Fórum da Baixada visita canal da Raposa construído pelo prefeito de São João Batista

Blog do Jailson Mendes
O presidente do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense, Flávio Braga, e mais três integrantes da entidade, visitaram nesta quinta-feira, 28 de janeiro, o canal da Raposa, obra que foi construído pela Prefeitura Municipal de São João Batista e que beneficiará milhares de pescadores da região.
IMG-20160129-WA0050
O Canal da Raposa é um grande açude de quase 3 quilômetros de extensão e dois metros de profundidade construído ao longo da estrada que dá acesso ao povoado Raposa, que por sua vez foi construída durante a administração do ex-prefeito Luiz Figueiredo, há mais de 40 anos. De acordo com as informações, o canal vai beneficiar milhares de pessoas em nossa cidade e está sendo considerada a maior obra do atual prefeito.
A visita foi realizada ontem numa agenda do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense, que está conhecendo bons projetos voltados aos moradores da região. Flávio Braga e sua comitiva foram recepcionados pelo prefeito Amarildo Pinheiro, pelo secretário de Obras e Infraestrutura, Rico Pinheiro; pelo secretário de educação, Aguiar Santos; pelo vereador Chico de Nhozinho e demais assessores do gestor. O blogueiro Robert Lobato também estava presente durante a visita.
O presidente do fórum elogiou a iniciativa do prefeito de São João Batista e fortaleceu o intuito da organização. “O Fórum em Defesa da Baixada Maranhense reconhece a grande obra que a prefeitura está fazendo, já que com isso milhares de pescadores serão beneficiados. O Canal da Raposa vai ao encontro com o que nós pregamos para a nossa região e com certeza isso servirá de estimulo para que outros gestores da nossa baixada façam o mesmo”, disse Flávio Braga.
Já o prefeito Amarildo Pinheiro disse está feliz por ser autor de uma grande obra para os joaninos e a visita do Fórum em Defesa da Baixada Maranhense só consolida aquilo que os joaninos já reconhecem, que é o alcance social do Canal da Raposa. Durante a visita do presidente do fórum, o secretário Rico Pinheiro explicou que a obra está orçada em mais ou menos 100 mil reais, com quase 3 quilómetros e que vai até ao povoado Comporta.
Compartilhar

Prefeito de Santa Inês é preso por suspeita de estupro

Prefeito Ribamar Alves

Prefeito Ribamar Alves

O prefeito de Santa Inês, Ribamar Alves, está sendo levado pela polícia por suspeita de estupro. O gestor está sendo deslocado do município até a capital no helicóptero do GTA.

Segundo informações, o prefeito teria feito relação sexual ontem (28) à noite com uma mulher – maior de idade, que lhe denunciou de ter sido forçada a fazer sexo.
A mulher foi até a residência do gestor, em Santa Inês, oferecer livros para serem adquiridos pelo município. Os dois acabaram tendo relação.
Em contato com o advogado do prefeito, o Blog do Luis Pablo foi informado que Ribamar Alves nega o crime e que irá prestar esclarecimento sobre o ocorrido. A defesa do prefeito acredita que ele poderá ser solto ainda hoje, dia 29, por trata-se de uma armação política.
Ainda hoje mais informações…
Luis Pablo
Compartilhar

Guerra: PCM quer controle do CDP

Dissidentes da facção criminosa criaram o CCO, Comando da Cidade Olímpica, que disputa ainda o controle pelo tráfico de drogas na maior ocupação urbana da América Latina

Inspirada e, posteriormente, ramificada ao Primeiro Comando da Capital (PCC), de São Paulo, a facção criminosa Primeiro Comando do Maranhão (PCM), que controla todo o Centro de Detenção Provisória (CDP) do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, maior presídio maranhense e um dos mais violentos do país, ameaça iniciar rebelião e matança na unidade, caso o diretor do CDP, Rubens Ferreira Alves, não aceite pedido feito pelos criminosos no final do ano passado.
De acordo com relato de monitores ao Atual7, o pedido consiste na transferência imediata de presos dissentes do PCM, que formaram uma nova facção criminosa dentro de Pedrinhas, criada oficialmente no dia 31 de dezembro de 2015, o CCO, Comando da Cidade Olímpica, que disputa agora com os ex-comparsas o controle pelo tráfico de drogas em bairro carente homônimo em São Luís, a Cidade Olímpica, considerada a maior ocupação urbana da América Latina.
Como os membros da CCO estão recolhidos no Pavilhão Gama do CDP desde o dia do desmembramento, embora ocupem e controlem os outros três pavilhões: Delta, Alfa e Beta, os membros do PCM não aceitam a presença dos dissidentes na mesma unidade, que se tornaram agora facção rival, e por isso prometem “quebrar a cadeia” – termo utilizado pelos presidiários e policiais para se referir a ocorrência de rebelião e mortes dentro das unidades prisionais.
O alerta foi feito por um dos líderes do PCM ao próprio “Rubão”, como é chamado o diretor da unidade prisional pelos detentos, e ainda ao chefe de disciplina, Valter Serra. Ambos, inclusive, já teriam presenciado ameaças mútuas feitas por membros das duas facções durante o banho de sol.
Por conta desse acirramento entre o PCM e o CCO, inclusive, desde o início de 2016, homens do Grupo de Escolta e Operações Penitenciárias (GEOP) são deslocados diariamente para o Centro de Detenção Provisória de Pedrinhas para fazer a guarda da unidade durante a noite e a madrugada, e, algumas vezes, no decorrer da semana, durante a manhã e tarde.

CCO

Segundo o advogado Antônio Luis Pedrosa, que é membro da Sociedade Maranhense de Direitos Humanos (SMDH), a nova facção criminosa do Maranhão teria nascido após a exclusão de uma liderança do PCM, que seria “muito centralizado” e que “julga seus associados” num “tribunal do crime”. Desligada da facção, essa liderança teria sido acompanhada por seus seguidores.
“É uma dissidência do PCM. O PCM é muito centralizado, ele julga seus associados. Uma liderança foi excluída e seus seguidores foram juntos. Eles [o PCM] têm o tribunal do crime, que julga os indisciplinados”, revelou Pedrosa.

“Segurança particular”

Foram parte desses seguidores dessa liderança excluída do PCM, inclusive, que teriam arrombado e roubado objetos da creche-escola anexo da Unidade de Educação Básica (UEB) Barjonas Lobão, localizada no bairro Jardim América, no domingo 22.
Como além do PCM – e agora do CCO – o controle pelo tráfico de drogas na localidade é disputado ainda por uma outra facção, a Bonde dos 40, membros dessa facção rival chegaram a realizar uma visita à direção da unidade, na segunda-feira 23, para acertar um valor mensal em troca de “segurança particular”. Responsável pelo rede municipal pública de ensino, o secretário Geraldo Castro Sobrinho declarou à direção da creche-escola que nada poderia fazer, e mandou fechar a unidade, deixando quase 400 crianças sem aula.
Embora Geraldo Castro tenha ficado calado ao ser questionado pela reportagem sobre o ocorrido, o arrombamento pelos dissidentes do PCM e a oferta de “vigilância 24 horas” por membros do Bonde dos 40 foi confirmado ao Atual7 pelo Tenente-Coronel Aritanã Lisboa do Rosário, comandante do 6º BPM, e responsável pelo Comando de Policiamento de Área Metropolitano II (CPAM 2), que cobre a área da Cidade Olímpica, Jardim América e bairros adjacentes. Ele afirmou que uma equipe de inteligência está “acompanhando e fazendo o levantamento do caso para encontrar uma solução mais rápida possível”.
blog Atual 7
Compartilhar

CPI em Pedrinhas venha logo…

Já que Adriano Sarney e Andrea Murad têm dito que não tem problema investigar as mazelas do sistema carcerário do Maranhão desde 2013, podemos contar de que o ano de 2016 começará com uma Comissão Parlamentar de Inquérito sendo instalada na Assembleia Legislativa do Maranhão.
O sobrinho da ex-governadora Roseana Sarney foi o primeiro a propor uma CPI para investigar o sistema carcerária no Maranhão, sob o pretexto de investigar um tal acordo entre o governo atual e facções criminosas. Mas como fazer uma CPI para investigar uma tese sem nenhuma substância e não investigar algo real, com fatos inequívocos como decapitações, fugas cinematográficas, rebeliões e até possível canibalismo dentro do sistema carcerário do estado?
Então, se existe alguma coisa para se investigar em Pedrinhas, deve ser investigado desde 2013. É o que defende a maioria dos deputados da Assembleia. E a partir daí, logicamente que se tiver acordo do governo com facções será descoberto. Mas certamente será passado a limpo o período negro do Complexo Penitenciário.
Já que todos concordam, que venha a CPI!
Blog Clodoaldo Corrêa
Compartilhar

OMS convoca comitê de emergência para tratar do vírus Zika

A diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan, anunciou hoje (28) a criação de um comitê de emergência para tratar do vírus Zika. O grupo deve se reunir na próxima segunda-feira (1º) em Genebra para tratar, entre outros assuntos, do aumento de casos de malformações em bebês e de doenças neurológicas possivelmente associado à infecção.

De acordo com a OMS, o comitê também deve definir se a epidemia do vírus Zika constitui emergência em saúde pública de importância internacional, como aconteceu na recente epidemia de ebola detectada na África Ocidental.

Durante sessão realizada em Genebra, Margaret Chan avaliou que a situação do vírus no mundo mudou drasticamente e que o Zika, após ser detectado nas Américas em 2015, se espalha agora de forma explosiva. Até o momento, segundo a diretora-geral, 23 países já reportaram casos da doença.

“O nível de alarme é extremamente alto”, disse, em discurso. “A chegada do vírus a algumas localidades foi associada a um grande aumento no nascimento de bebês com cabeças anormalmente pequenas e casos de Síndrome de Guillain-Barré [doença neurológica que provoca fraqueza muscular e paralisia em membros do corpo]”, completou.

“As possíveis ligações, apenas recentemente levantadas, rapidamente mudaram o perfil de risco do Zika, de uma leve ameaça a algo de proporções alarmantes. A crescente incidência de microcefalia é particularmente alarmante, já que coloca um fardo de partir o coração sobre famílias e comunidades.”Ainda de acordo com a diretora-geral da OMS, uma relação causal entre o vírus Zika e casos de malformação congênita e síndromes neurológicas ainda precisa ser estabelecida, mas há uma suspeita muito forte.

A situação é preocupante, segundo Margaret Chan, por conta de fatores como a ausência de imunidade entre a população; a falta de vacinas, tratamentos específicos e testes de diagnóstico rápido; e a possibilidade de disseminação global da doença, quando considerada a presença do mosquito Aedes aegypti em diversas partes do planeta. O mosquito é o transmissor do vírus.

“Além disso, condições associadas aos padrões de clima impostos pelo El Niño este ano devem aumentar a população de mosquito de forma significativa em diversas áreas”, alertou. “O nível de preocupação é alto, como o nível de incerteza. Perguntas não faltam. Precisamos obter algumas respostas rapidamente.”

Microcefalia no Brasil

Boletim divulgado ontem (27) pelo Ministério da Saúde confirma que 270 crianças nasceram com microcefalia por infecção congênita, mas não necessariamente pelo vírus Zika. A pasta ainda investiga 3.448 casos suspeitos. Os números são referentes a registros de outubro de 2015 a 20 de janeiro deste ano. A microcefalia pode ter como causa diversos agentes infecciosos, além do Zika, como sífilis, toxoplasmose, rubéola, citomegalovírus e herpes viral.

O governo federal anunciou ontem que 220 mil miltares vão ajudar no combate ao mosquitoAedes aegypti, responsável pela transmissão da dengue, da febre chinkungunya e do vírus Zika. Em coletiva de imprensa, o ministro da Defesa, Aldo Rebelo, informou que os homens das três Forças Armadas vão atuar em 356 municípios. “As Forças Armadas já exercem essa função auxiliar desde o primeiro momento de combate ao mosquito Aedes aegypti. Agora estamos intensificando a mobilização onde há uma incidência maior”, disse Aldo Rebelo.
Compartilhar

Edivaldo Jr. e Gil Cutrim: ações em conjunto entre SLZ e Ribamar

Os prefeitos Gil Cutrim e Edivaldo Holanda Júnior, ambos do PDT, realizarão, após o período carnavalesco, reunião de trabalho que definirá algumas ações conjuntas que serão executadas por São José de Ribamar e São Luís, principalmente na chamada região limítrofe entre os dois municípios.
A decisão foi tomada, esta semana, durante encontro entre os gestores. Na oportunidade, Cutrim, que é presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), informou que os prefeitos da Raposa e Paço do Lumiar, Clodomir Oliveira e Josemar Sobreiro, respectivamente, também serão chamados objetivando ampliar o pacto de união entre as administrações municipais da Grande Ilha e vencer a crise financeira, ocasionada pela queda constante de recursos do Fundo de Participação dos Municípios, que continua prejudicando as cidades maranhenses.
Dados da Secretaria do Tesouro Nacional revelam que as cidades maranhenses encerraram 2015 com um déficit de mais de R$ 195 milhões que deveriam ter sido repassados pelo Governo Federal através das transferências do FPM. E a previsão é de que este mês de janeiro seja encerrado com uma perda de 18% em relação ao mesmo período do ano passado.
“É mais do que salutar e importante a iniciativa de unirmos forças para encontrarmos mecanismos que nos permitam trabalhar em parceria e driblar a crise”, afirmou o prefeito da capital.
Gil Cutrim explicou que o objetivo é promover frentes parceiras e institucionais que possam atuar, por exemplo, na recuperação de vias que cortam os territórios dos municípios da Ilha (é o caso da Avenida Nossa Senhora da Vitória, que possui trechos situados nos territórios da capital, Ribamar e Paço); além de melhorar os sistemas de saúde e educação, por exemplo.
O prefeito ribamarense disse, ainda, que um grupo de trabalho, envolvendo representantes dos municípios, deverá se montado para discutir as demandas e apontar prioridades.
“Também iremos convidar o Governo para fazer parte desta integração e nos ajudar dentro do possível, uma vez que o governador Flávio Dino é um gestor defensor do municipalismo”, finalizou Cutrim.
Compartilhar

NA UFMA, 80% dos aprovados no Sisu são maranhenses

sisu ufmaSÃO LUÍS – A Universidade Federal do Maranhão ofertou 2.413 vagas para o primeiro semestre de 2016 por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSU). Para esta edição, as vagas dos 60 cursos foram distribuídas entre os campi de Bacabal (50), Chapadinha (120), Imperatriz (256), Pinheiro (80) e São Luís (1.907). Dos convocados para matrícula, mais de 80% são maranhenses.
Segundo dados divulgados pelo Ministério da Educação (MEC), mais de 135 mil candidatos se inscreveram para cursos na instituição. AUFMA apresentou a maior concorrência entre todas as universidades, com média geral de 56,3 candidatos por vaga, nesta edição do SiSU.
Das 2.413 oferecidas pela universidade – considerando a ampla concorrência e o sistema de cotas – 86,95% dos aprovados são maranhenses, enquanto que 13,05% são oriundos de outros estados. Para a pró-reitora de Ensino em exercício, Conceição de Maria Moura Nascimento Barros, estes dados são significativos, pois refletem a importância do ensino que a universidade vem praticando. “Essa procura dos alunos pela UFMA é resultado do trabalho que a universidade vem desenvolvendo na sociedade no que concerne ao ensino, à pesquisa e à extensão; na confiança em nossos professores, mestres e doutores; e na própria expansão da universidade no continente, que este ano, será responsável pela admissão dos 506 calouros”, revelou.
A professora Conceição Moura analisou ainda o impacto que esses dados têm na evasão superior. “Quando o aluno está junto da família, conhece e confia na instituição e já está familiarizado com a realidade social do estado, esse número de evasão é bem menor nas universidades, trazendo estabilidade ao ensino e subsídios para aplicação dos conhecimentos adquiridos em sala, numa realidade na qual ele já convive”, apontou.
Matrículas
Para os selecionados na chamada regular do SiSU as matrículas são efetuadas até esta terça-feira, 26. Em São Luís, as matrículas são realizadas no Centro Pedagógico Paulo Freire. Já em Bacabal, Chapadinha, Imperatriz e Pinheiro, as matrículas são registradas nas secretarias acadêmicas, obedecendo os horários de 9h às 12h e das 14h às 18h em todos os campi de oferta dos cursos.
Documentos necessários (originais e cópias):
a) Duas fotos 3×4 coloridas e recentes, de frente, iguais e ainda não utilizadas;
b) Registro Geral de Identidade (RG);
c) C.P.F;
d) Prova da quitação com o serviço militar, para os candidatos do sexo masculino maiores de 18 anos e menores de 45 anos;
e) Título de Eleitor acompanhado da prova de quitação eleitoral, para maiores de 18 e menores de 70 anos;
f) Certificado de Conclusão do Ensino Médio ou estudos equivalentes, devidamente registrado ou autenticado pelo órgão competente;
g) Histórico Escolar do Ensino Médio;
h) Declaração assinada, de acordo com o modelo constante no Anexo II do Edital Nº 365/2015;
i) Comprovante de residência atualizado (no máximo 90 dias).
A documentação é diferenciada para os candidatos cotistas e com necessidades especiais, por isso é necessária a leitura do Edital Nº 365/2015-Proen.
Lista de espera
Os candidatos não selecionados ou selecionados para a segunda opção, mas que desejam a primeira opção, têm até o dia 29 de janeiro para manifestar, pelo site do SiSU, seu interesse na lista de espera que leva em consideração somente a primeira opção.
É importante que o candidato que manifestou seu interesse na lista de espera fique atento aos prazos e editais que serão divulgados entre os dias 4 e 11 de fevereiro. Uma vez manifestado o interesse, será necessária a confirmação eletrônica desse candidato no site da UFMA, que estará disponível somente em fevereiro. Caso o candidato não realize este procedimento, não poderá participar da lista de espera gerada pela instituição.
Fonte: site da UFMA
Compartilhar

TV Assembléia: Cinco anos de existência

Fundada em janeiro de 2011, na gestão do deputado estadual Marcelo Tavares, a TV Assembleia, que é a segunda TV pública do Maranhão, completa 5 anos em 27 de janeiro. Com a mudança da Casa Legislativa para o Sítio do Rangedor, em uma estrutura bem mais ampla e moderna, houve a necessidade também de aplicar melhorias no setor da Comunicação. Logo, a Diretoria de Comunicação ganhou um espaço no prédio, com estúdio de rádio, TV, sala master, camarim e uma redação.
A missão era aproximar o cidadão dos 217 municípios da atuação parlamentar inicialmente através do canal 17 da TV à cabo TVN e do Portal da Assembleia. Dois anos depois, em 2013, já na gestão do deputado estadual Arnaldo Melo, a TV Assembleia ganhou um canal aberto com sinal digital, 51.2, fruto de uma assinatura de cooperação técnica assinada entre o então presidente da Assembleia e José Sarney, na época presidente do Senado.
Foi a partir daí que todo morador da capital maranhense – e demais municípios- passou a ter acesso à TV do Legislativo, estreitando os laços e garantindo maior transparência nas ações do Parlamento, pois o cidadão passou a acompanhar o dia a dia da Casa.
“Temos um time de profissionais de altíssima qualidade e isso garante a continuidade do trabalho que está sendo feito. Temos também os melhores equipamentos, a melhor estrutura e o compromisso de transformar a TV Assembleia na maior TV do Maranhão”, salientou Carlos Alberto Ferreira, atual diretor de Comunicação da AL.
Com a expansão da TV, fez-se necessária também a expansão de sua estrutura física. Por isso, em junho de 2012, foi assinado o contrato e dado a ordem de serviço para a construção do Complexo de Comunicação, oferecendo maior espaço, comodidade e modernidade para os profissionais da área.
Atualmente, o novo prédio comporta toda a estrutura do sistema de rádio, redação e o portal de internet, que funcionam de forma integrada e em salas mais amplas e modernas para garantir a melhor qualidade na produção e na transmissão.
“A TV Assembleia não é obra de um engenheiro só. É um edifício em construção. Nestes cinco anos, temos que agradecer a todas as pessoas que fizeram a TV desde o dia 21 de janeiro de 2011. Essas pessoas merecem todos os nossos aplausos, respeito, reconhecimento e consideração. É uma honra grande e um desafio maior ainda ser o diretor de Comunicação. Mas é também um prazer que não sei descrever”, completou Carlos Alberto Ferreira.
A sessão solene em comemoração aos cinco anos da TV Assembleia vai acontecer logo após a sessão ordinária do dia 18 de fevereiro, uma quinta- feira, no mesmo dia em que se celebra o Dia do Legislativo. Durante a sessão, profissionais, políticos e autoridades que ajudaram na implantação da TV e que contribuem até hoje para a sua evolução serão homenageados.
Na ocasião, a Assembleia Legislativa também lançará oficialmente dois prêmios voltados para a Comunicação, que serão abertos a todos os profissionais do Maranhão que atuam na área. Um deles será o Prêmio de Jornalismo “Mauro Bezerra”, em homenagem ao jornalista e ex-deputado estadual Mauro Bezerra (in memoriam), que foi também secretário de Esporte e cronista esportivo durante muitos anos.
A outra premiação será o Prêmio Fotojornalismo “Racciele Olivas”, em homenagem à profissional Racciele Olivas (in memoriam), que faleceu em fevereiro do ano passado, mas atuou durante mais de 10 anos fazendo a cobertura diária do Parlamento Estadual.
Além das duas premiações, outra novidade é a estreia da nova grade de programação da TV Assembleia no dia 22 de fevereiro. Além das transmissões ao vivo das sessões plenárias e audiências públicas, o telespectador poderá acompanhar também uma grade recheada de notícias, informações de interesse público, entretenimento, cultura, esporte e muito mais.
Entre os novos programas está o Café com Elda Borges, em substituição à primeira edição do Portal da Assembleia, que passará a ser exibido de segunda a sexta, às 13h, com reprise às 17h. O programa Café com Elda Borges vai ao ar também de segunda a sexta, às 8h30.
Outras duas novidades são os programas “Atitude” e “Esporte em Discussão”. O primeiro contará histórias de pessoas que fazem a diferença e que acabam alterando a vida de muita gente ao redor. Já o Esporte em Discussão, que tem data de estreia marcada para o dia 15 de março, trará um apanhado do movimento esportivo local nas mais diversas modalidades, com uma série de reportagens e entrevistas.
Os já consagrados programas Direto da Assembleia, Mesa Redonda, Portal Cultural, Quarta Cultural, Parlamento Cidadão, Parlamento Literário, Em Pauta e Sessão em Destaque continuam na programação trazendo ao telespectador uma variedade de conteúdos e tudo o que acontece no Legislativo.
Compartilhar