Mais um candidato ao Senado: Cézar Bombeiro diz que está sendo incentivado a concorrer ao cargo

O vereador Cézar Bombeiro (PSD), informou por meio de entrevista concedida ao programa Câmara em Destaque – institucional do parlamento de São Luís – que está sendo incentivado a disputar o cargo de senador em 2018. É mais um que se soma a conta daqueles que desejam a Câmara alta do parlamento brasileiro. Mas diferente da maioria, o líder sindical não diz que sua possível disputa ao cargo seja na chapa do governador Flávio Dino (PCdoB), inclusive o legislador revela que não sabe em quem vai votar no próximo ano.
“Estou sendo convidado para disputar uma vaga no Senado. O Maranhão se ressente da falta de senadores preocupados com as causas do Estado. Temos três senadores que pouco aparecem no cenário nacional, que não se impõem e que frustram o povo, frustram o eleitorado. Se tiver uma forte base de apoio, com certeza aceitarei o desafio. Mas é algo incipiente e ainda estou avaliando essa possibilidade. Digo também, que, até agora, ainda nem sei em quem votarei  para governador”, declarou.
Compartilhar

Putin anuncia que 755 diplomatas dos EUA deverão deixar a Rússia

Medida faz parte da decisão de reduzir o número de funcionários norte-americanos no país; Senado norte-americano aprovou sanções contra a Rússia na quinta-feira.

O presidente Vladimir Putin anunciou neste domingo (30) que 755 diplomatas norte-americanos deverão deixar o território russo, como parte da decisão de reduzir a 455 o número de funcionários dos Estados Unidos em seu país, depois que o Senado aprovou sanções contra a Rússia.

“Mais de um milhão de pessoas trabalhavam e continuam a trabalhar” nas repartições diplomáticas americanas na Rússia, declarou Putin em entrevista ao Rossia 24, canal público de TV. “755 pessoas deverão interromper suas atividades na Rússia”, ressaltou.

“Aguardamos tempo o suficiente, com a esperança de que a situação pudesse melhorar”, revelou Putin durante a entrevista. “Porém, tudo indica que caso a situação mude, isso não vai acontecer rapidamente”, advertiu.

  Vladimir Putin e Donald Trump durante encontro em Hamburgo, na Alemanha , em imagem de arquivo (Foto: REUTERS/Carlos Barria)

Sanções contra a Rússia

O Senado dos Estados Unidos aprovou de forma esmagadora na quinta-feira (27) sanções contra a Rússia, Irã e Coreia do Norte, apesar de objeções do presidente Donald Trump. A lei, que teve o forte apoio de republicanos e de democratas, será agora enviada à Casa Branca para a sanção ou o veto do presidente.

Sua aprovação no Senado irritou Putin, e gerou promessas de retaliação da parte dele, informa a agência Reuters.

A legislação tem o objetivo de punir Moscou por interferir nas eleições presidenciais de 2016 – a suposta interferência é investigada nos EUA – e por sua agressão militar na Ucrânia e na Síria, onde o Kremilin apoia o presidente Bashar al-Assad.

O projeto também propõe sancionar cidadãos russos envolvidos em violações aos direitos humanos, responsáveis por ataques hackers e indivíduos que tenham fornecido armas ao governo da Síria.

A lei de 184 páginas atinge Putin e os oligarcas próximos deles ao ter como alvo setores cruciais da economia russa, incluindo a venda de armas e exportações de energia, segundo informa a Associated Press.

O projeto é a maior proposta de política externa aprovada pelo Congresso dos EUA sob o governo Trump, que tem enfrentado dificuldade para avançar em sua agenda doméstica, apesar de os republicanos controlarem tanto a Câmara dos Deputados quanto o Senado.

Compartilhar

Países anunciam que não irão reconhecer resultado de Constituinte da Venezuela

Em notas, governos argentino e peruano dizem que eleição não respeita vontade do povo. Colômbia também já havia anunciado que não reconhecerá resultados.
 Eleitora deposita seu voto em uma urna em colégio eleitoral de Caracas, Venezuela, neste domingo (30) (Foto: Reuters/Carlos Garcia Rawlins)

Os governos da Argentina e do Peru anunciaram neste domingo (30) que não irão reconhecer os resultados da eleição para a Assembleia Constituinte da Venezuela. Na sexta-feira, o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, já havia anunciado que seu país também não reconheceria os resultados, com a justificativa de que o processo tinha “origem ilegítima”.

Tanto as autoridades argentinas quanto as peruanas afirmam que a votação desrespeita a Constituição e a vontade do povo venezuelano, que em um plebiscito informal, em 16 de julho, votou em sua maioria contra a convocação da Assembleia Constituinte. Ambos os países também pedem a instauração de um diálogo democrático na Venezuela.

A Argentina diz que o processo é ilegal e o Peru usa o termo ilegítimo.

“O governo argentino lamenta que o governo venezuelano, ignorando os chamados da comunidade internacional, incluindo dos países do Mercosul, tenha prosseguido com a eleição de uma assembleia constituinte que não cumpre com os requisitos impostos pela Constituição desse país”, diz o documento argentino.

“A eleição de hoje não respeita a vontade de mais de sete milhões de cidadãos venezuelanos que se pronunciaram contra sua realização. A Argentina não reconhecerá os resultados desta eleição ilegal”, prossegue.

A nota peruana diz o seguinte:

“O governo do Peru não reconhece os resultados da eleição ilegítima realizada hoje para formar uma Assembleia Nacional Constituinte na Venezuela. Esta eleição viola normas da Constituição venezuelana e contaria a vontade soberana do povo, representado na Assembleia Nacional. Também fere o princípio de universalidade do voto e aprofunda a ruptura da nação venezuelana, rompendo a ordem democrática desse país.

O governo do Peru condena a repressão violenta que até o momento já causou mais de uma centena de mortes e exalta o governo venezuelano a garantir a pronta instalação de um autêntico dialogo nacional que permita restaurar a ordem democrática”.

Compartilhar

Contribuição sindical será opcional na nova lei trabalhista; entenda o que mudou

Advogado trabalhista explica o que muda para as empresas e para os trabalhadores

reforma trabalhista aprovada pelo Senado tornou opcional a contribuição sindical. Isso significa que os trabalhadores e as empresas não são mais obrigados a dar um dia de trabalho por ano para o sindicato que representa sua categoria.

Até então, o pagamento era obrigatório para todos os trabalhadores formais e vinha descontado na folha de pagamento. As novas regras entram em vigor daqui a quatro meses, conforme previsto na nova legislação.

Veja abaixo perguntas e respostas sobre o tema. Para elaborá-las, o G1 ouviu o advogado trabalhista Marcos Martelozzo, sócio da Martelozzo e Rodrigues Sociedade de Advogados.

Carteira de trabalho (Foto: Rafael Neddermeyer / Fotos Públicas)

Como era antes?

A contribuição para os sindicatos era feita uma vez ao ano, obrigatoriamente, tanto para funcionários de empresas quanto para autônomos e liberais.

Entre os trabalhadores, havia o desconto equivalente a um dia de salário. Esse débito era feito em abril, na folha referente aos dias trabalhados em março.

Para os empregadores, o imposto sindical também era obrigatório, mas com uma forma de cálculo diferente. Ele era cobrado sempre em janeiro, com base no valor da empresa no ano anterior. É calculado um percentual sobre o valor da empresa para determinar a quantia a ser paga como imposto sindical. Esse percentual diminui conforme aumenta o valor da empresa – ou seja, proporcionalmente, quanto menor a empresa, mais imposto era pago.

Como ficou depois da reforma?

O trabalhador paga o imposto sindical apenas se quiser. Se optar por fazer a contribuição, precisa informar ao empregador que autoriza expressamente a cobrança sobre sua folha de pagamento. A empresa só poderá fazer o desconto com a permissão do funcionário.

O mesmo vale para o empregador. A contribuição também passa a ser facultativa para as empresas.

Vou ter que pagar a contribuição em 2018?

Não. A nova lei trabalhista foi sancionada pelo presidente Michel Temer no dia 13 de julho e entrará em vigor em 120 dias. Ou seja, a partir de meados de novembro a contribuição não é mais obritatória para empresas e trabalhadores. Portanto, o desconto não será automático em abril de 2018.

Para onde vai o dinheiro do imposto sindical?

O valor é destinado às centrais sindicais que representam a categoria e coparticipantes. Do total arrecadado, 5% é destinado às confederações, 10% para as centrais sindicais, 15% para as federações, 60% para o sindicato de base e 10% para uma conta especial emprego e salário – uma conta mantida na Caixa Econômica Federal usada para custeamento de vários tipos de programas sociais.

Essa contribuição é a única fonte de arrecadação dos sindicatos?

Não. Há ainda as pessoas que escolhem se filiar aos sindicatos e passam a contribuir mensalmente para as entidades.

Antes da reforma, o que acontecia com empresas que não pagassem o imposto sindical?

As companhias com pendências ficavam impedidas de ter contratos com o poder público, participar de licitações e poderia até ter o alvará de funcionamento negado.

Compartilhar

Concursos: 9 órgãos abrem inscrições para 2 mil vagas na segunda-feira

Os salários chegam a R$ 13,2 mil na Polícia Civil e Polícia Técnico-Científica do Amapá, que vai selecionar para 980 vagas.

Pelo menos 9 órgãos abrem inscrições, na segunda-feira (17), para 2.006 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os salários chegam a R$ 13.280,01 na Polícia Civil e Polícia Técnico-Científica do Amapá, que vai selecionar para 980 vagas.

Nos concursos para formação de cadastro de reserva, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Veja os órgãos que abrem inscrições nesta segunda:

Câmara Municipal de Valinhos (SP)

A Câmara Municipal de Valinhos (SP) vai abrir as inscrições de concurso público para 18 vagas em cargos de níveis médio/técnico e superior. Os salários vão de R$ 2,1 mil a R$ 5,9 mil. As inscrições devem ser feitas de 17 de julho a 15 de agosto pelo site www.vunesp.com.br. As provas objetivas serão aplicadas em 1º de outubro (veja a reportagem completa).

Defensoria Pública do Rio Grande do Sul

A Defensoria Pública do Rio Grande do Sul divulgou edital de concurso público para 107 vagas em cargos de nível médio e superior. Também há oportunidades para cadastro reserva. Os salários variam de R$ 3.243,90 a R$ 5.947,15. As inscrições devem ser feitas de 17 de julho até 11 de agosto pelo site www.concursosfcc.com.br. Os candidatos serão avaliados por meio de provas objetivas e discursivas. A prova será aplicada em 17 de setembro (veja a reportagem completa).

Polícia Civil e Polícia Técnico-Científica do Amapá

A Polícia Civil e Polícia Técnico-Científica do Amapá vão abrir concursos públicos para 980 vagas, sendo 225 imediatas e 755 para cadastro de reserva, em cargos de nível superior. Os salários chegam a R$ 13.280,01 para o cargo de delegado. As inscrições podem ser feitas pelo site www.concursos.fcc.com.br entre os dias 17 de julho e 7 de agosto (veja a reportagem completa).

Prefeitura de Cafelândia (PR)

A Prefeitura de Cafelândia (PR) vai realizar um processo seletivo para 18 vagas para professores de níveis médio e superior. Os salários vão de R$ 1.150,03 a R$ 2.008,03. As inscrições devem ser feitas de 17 a 19 de julho na sede da secretaria de educação, localizada na Rua Vereador Luiz Pícolli, 299, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 17h. A seleção será feita por meio de análise de títulos (veja o edital no site do Diário Oficial do Municípios do Paraná).

Prefeitura de Colniza (MT)

A Prefeitura de Colniza (MT) divulgou edital de concurso público com 368 vagas para profissionais de níveis fundamental, médio e superior. De acordo com a prefeitura, os salários variam entre R$ 1,1 mil e R$ 12,5 mil. As inscrições podem ser feitas entre 17 de julho e 9 de agosto pelo site www.klcconcursos.com.br. A prova será aplicada na data provável de 1º de outubro (veja a reportagem completa).

Prefeitura de Guanhães (MG)

A Prefeitura de Guanhães (MG) vai abrir processo seletivo para 330 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. As remunerações vão de R$ 937 a R$ 9 mil. As inscrições podem ser feitas pelo site www.maximaauditores.com.br no período de 17 a 30 de julho. A prova objetiva será aplicada em 13 de agosto (veja o edital no site da organizadora).

Prefeitura de Ivaiporã (PR)

A Prefeitura de Ivaiporã (PR) fará um processo seletivo para 23 vagas em cargos de níveis médio/técnico e superior. Os salários variam de R$ 1,2 mil a R$ 2,6 mil. As inscrições serão recebidas pelo site www.concursosfau.com.br entre os dias 17 e 30 de julho. A prova objetiva está prevista para 20 de agosto (veja o edital no site da organizadora).

Secretaria de Segurança Pública do Maranhão

A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão vai abrir concurso público para 150 vagas em cargos de níveis médio e superior na Superintendência de Polícia Técnico-Científica. As remunerações vão de R$ 1.274 a R$ 3 mil. As inscrições podem ser feitas pelo site www.ssp.ma.gov.br entre os dias 17 e 19 de julho. Para efetivar a inscrição é necessário ir até o Auditório da secretaria, localizado na Avenida dos Franceses, s/nº, no período de 17 a 20 de julho de 2017, para entregar os documentos comprobatórios, das 9h às 13h. A seleção será feita por meio de avaliação de títulos e entrevista (veja o edital no site da secretaria).

Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Marechal Cândido Rondon (PR)

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Marechal Cândido Rondon (PR) divulgou edital de concurso público para 12 vagas em cargos de níveis fundamental, médio e superior. As remunerações vão de R$ 1.560,39 a R$ 4.772,93. Os candidatos podem se inscrever de 17 de julho a 1º de agosto pelo site www.fauel.org.br. A prova objetiva está prevista para 27 de agosto (veja o edital no site da organizadora).

Candidatos fazem prova de concurso público em Santa Bárbara d'Oeste (SP) (Foto: Arquivo/Prefeitura de Santa Bárbara d'Oeste)

Compartilhar

ROBERTO ROCHA VEM AÍ

​​​​​​Astrogildo Pequeno

Já não sou menino. Vi muita coisa na política maranhense. Li, vi, participei e ouvi o suficiente para não me deixar enganar facilmente e muito menos ser influenciado por primeiras impressões. Não conheço de perto o senador Roberto Rocha, apenas acompanhei discretamente um evento dele nessa sexta-feira.

Foi em Caxias, com a presença de seleta plateia: estavam o prefeito de Caxias, Fábio Gentil; o prefeito de Aldeias Altas, Zé Reis, ex-prefeitos da região dos Cocais, ex-deputados; um representante da Codevasf; um representante do Exército Brasileiro, o Presidente da Câmara Municipal de Caxias, Catulé; o Presidente do PRTB no Maranhão, Márcio Coutinho; uma representante da Caixa Econômica Federal, além de Paulo Marinho; Zé Genésio, Zé Gentil e outros Zés menos famosos entre inúmeros políticos. Em um auditório derramando gente, Roberto Rocha capitaneou a terceira edição do seu seminário sobre a revitalização dos rios maranhenses.

VEJA MAIS

QUEM É ASTROGILDO PEQUENO?

E eu, do alto da minha experiência em cobertura de evento político (e ignorância ambiental) me perguntei: Uai, que assunto mais insosso.
O tema parecia mesmo estéril, mas o discurso do senador impressionou pela forma, conteúdo e mensagem.

Numa fala fácil, mas contundente, Rocha foi transmitindo seu pensamento, dividido basicamente em duas fases: uma prestação de contas de suas atividades no Senado e os motivos e objetivos do seminário. Isso entremeado, aqui e ali, por frases de efeitos como: “não sou de ficar olhando para o retrovisor e ficar apontando os defeitos dos adversários” ou “ tristes daqueles que fazem política evocando o Maranhão pobre… precisamos devolver a esperança aos maranhenses e fazer surgir as riquezas do Maranhão”.

Enfático sem ser agressivo, longo mas nada monótono, firme, articulado, desenvolto e inteligente, o pronunciamento do senador eleito em 2014 foi contagiando a audiência.

Num momento, disse que propunha “as políticas públicas de Estado e não de Governo”, como quem enaltecia a necessidade de governantes com visão de estadista e como quem lembra que Governos passam e o Estado fica.

Mostrou claro distanciamento em relação à Flávio Dino, criticando com elegância a frustração geral de um governador eleito sob a bandeira da mudança mas cuja “política pública se resume em entregar ambulância.”

Com as pompas, circunstâncias e séquito típicos de um líder em ascensão, a passagem do senador em Caxias foi um sucesso de público, foi prestigiada pela classe política e lá deixou uma mensagem clara, madura e moderna. O evento em Caxias pareceu o ponto de partida para algo muito maior.

Roberto Rocha será candidato ao Governo do Maranhão.

E é sempre bom mais uma opção entre os proponentes ao maior cargo do Estado.
Que o tempo confirme.

Compartilhar

Caixa antecipa pagamento do último lote do FGTS inativo

revista inicialmente para começar no dia 14, a quinta fase foi antecipada para o próximo sábado, dia 8.

Caixa Econômica Federal decidiu antecipar o pagamento do último lote das contas inativas do FGTS para quem nasceu em dezembro. Prevista inicialmente para começar no dia 14, a quinta fase foi antecipada para o próximo sábado, dia 8. A informação foi antecipada com exclusividade pelo Bom Dia Brasil nesta segunda-feira (3).

Assim, em vez de apenas 18 dias para conseguir sacar o dinheiro, os beneficiários nascidos em dezembro terão 24 dias para fazer os saques.

Mais de 2,5 milhões de brasileiros têm direito ao saque a partir no último lote. O valor total disponível ultrapassa R$ 3,5 bilhões e equivale a aproximadamente 8% do total disponível.

Para quem nasceu em outro período e ainda não fez o saque o prazo limite é 31 de julho. Se o beneficiário não retirar o dinheiro até o prazo final, o valor voltará para a conta do FGTS e ele só conseguirá sacá-lo se estiver enquadrado nas hipóteses que permitem o saque do FGTS, como trabalhadores ou dependentes portadores do vírus HIV; pessoas em tratamento contra o câncer; doentes em estágio terminal em razão de doença grave, ou se ficar pelo menos 3 anos sem receber depósito de empregadores no Fundo de Garantia.

Tem direito a fazer os saques das contas inativas o trabalhador que pediu demissão ou foi demitido por justa causa até 31 de dezembro de 2015. O trabalhador não pode sacar o FGTS de uma conta ativa, ou seja, que ainda receba depósitos pelo empregador atual.

Para atender aos trabalhadores que querem fazer o saque das contas inativas, 2.015 agências da Caixa abrirão no sábado (8), entre 9h e 15h – clique aqui para ver a lista de agências.

Calendário das contas inativas do FGTS (Foto: Editoria de Arte/G1)

Canais de pagamento e documentação

Segundo a Caixa, valores nas contas inativas de até R$ 1.500 podem ser sacados no autoatendimento, somente com a senha do Cidadão. Para valores até R$ 3.000, o saque pode ser realizado com o Cartão do Cidadão e senha no autoatendimento, lotéricas e correspondentes Caixa. Acima de R$ 3.000, os saques devem ser feitos nas agências.

Para facilidade no atendimento, os trabalhadores devem sempre ter em mãos o documento de identificação e Carteira de Trabalho, ou outro documento que comprove a rescisão de seu contrato. Para valores acima R$ 10 mil, é obrigatória a apresentação de tais documentos.

Canais de atendimento

Caixa criou o site exclusivo para as contas inativas (www.caixa.gov.br/contasinativas), na qual o trabalhador pode visualizar o saldo, a data do saque e os canais disponíveis para realização do pagamento.

Outra opção de atendimento é o Serviço de Atendimento ao Cliente pelo 0800 726 2017, em que é possível saber se a conta vinculada está apta para recebimento do valor disponível para saque, além de informações sobre os canais de pagamento.

Para realizar a consulta do saldo no 0800 ou no site, o trabalhador deve informar seu número de CPF ou PIS/PASEP (NIS) – veja como localizar o número do seu PIS ou NIS pela internet.

Balanço

A Caixa Econômica Federal pagou, até o dia 28 de junho, R$ 38,2 bilhões para trabalhadores nascidos entre janeiro e novembro. O número de trabalhadores que já sacaram os recursos superou 22,6 milhões.

O valor equivale a 95,38 % do total inicialmente previsto (R$ 40 bilhões) e aproximadamente 81% dos trabalhadores (27,7 milhões), nascidos entre janeiro e novembro.

Compartilhar

Justiça marca audiência de dupla que tatuou testa de adolescente para setembro

Advogados de defesa têm prazo de dez dias para apresentar defesa dos dois acusados. Juíza Daniela de Carvalho Duarte negou revogação da prisão preventiva.
 O tatuador Maycon Reis e o vizinho Ronildo Moreira foram presos por torturar adolescente em São Bernardo do Campo (Foto: Divulgação/Polícia civil)

A juíza Daniela de Carvalho Duarte, da 5ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo, marcou para 12 de setembro a audiência de instrução para julgar a dupla que tatuou a testa de adolescente de 17 anos, em 9 de junho. O tatuador Maycon Wesley Carvalho dos Reis, de 27 anos, e o vizinho dele, Ronildo Moreira de Araújo, de 29, foram presos em flagrante.

Eles foram transferidos, em 12 de junho, da carceragem do 3º Distrito Policial da cidade para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Bernardo do Campo, no ABC.Posteriormente, os dois foram levados para o CDP de Tremembé, no interior paulista, onde aguardar o julgamento.

A juíza Daniela também negou a revogação da prisão preventiva de ambos. Ela considerou que não houve mudança dos fatos e que os dois confessaram os crimes, que também consta no vídeo gravado por eles mesmos e compartilhado em redes sociais, mostrando a o menor de 17 anos sendo tatuado na testa com a frase “eu sou ladrão e vacilão”.

Daniela também concordou com a representação do delegado e que foi endossada pelo Ministério Público, “para que os vídeos e imagens relacionados ao adolescente-vítima, sejam excluídos de sites e redes sociais, no prazo de cinco dias, sob pena de aplicação de multa diária.”

Retirada da tatuagem

O adolescente que teve a testa tatuada à força, como punição porque teria tentado furtar uma bicicleta no ABC, passou, no dia 24 de junho, pela primeira sessão para remoção da frase ‘”eu sou ladrão e vacilão”. A informação foi confirmada ao G1 pela clínica de reabilitação onde o adolescente faz tratamento contra o vício do crack e álcool na Grande São Paulo.

“Começou hoje [sábado]. Já fizeram a primeira sessão.Ela [a responsável pela remoção] já fez. Nós vamos acompanhar com pomada, não pode tomar sol, tá bom? Mas já começou a primeira sessão”, disse Sérgio Castillo, diretor terapêutico da clínica Grand House, em Mairiporã, responsável por tratar gratuitamente do garoto.

Segundo Castillo, uma clínica de estética de São Bernardo do Campo também se comprometeu a remover de graça a tatuagem feita no adolescente. Como o menino está em abstinência, por questões de segurança, a recomendação foi que ele passasse pelas sessões de laser em Mairiporã. Ao todo, ele deverá ser submetido a dez sessões, sendo uma por mês. A expectativa é a de que a inscrição seja removida até março de 2018.

Compartilhar

Petrobras eleva preço da gasolina em 1,8%; valor do diesel sobe 2,7%

Esse é o primeiro ajuste após a petroleira anunciar na sexta-feira (30) que ajuste nos preços poderá ser feito diariamente.
 Gasolina (Foto: Reuters)

A Petrobras decidiu nesta segunda-feira aumentar o preço médio do diesel nas refinarias em 2,7% e elevar o da gasolina em 1,8%, a partir de terça-feira (4), informou a petroleira.

A empresa não detalhou os motivos para o movimento. O ajuste é o primeiro após a revisão feita em sua política de preços na semana passada, que busca aumentar a frequência de reajustes em uma tentativa de retomar participação de mercado. A partir de agora, segundo a estatal, os preços dos combustíveis poderão cair ou subir diariamente.

Na sexta-feira (30), a Petrobras revisou sua política de preços do diesel e da gasolina, dando certa liberdade para que a área de marketing e comercialização da empresa reajuste as cotações na refinaria de forma mais frequente, inclusive diariamente, em busca de maior competitividade e com o objetivo principal de recuperar receita e participação de mercado – devido ao aumento das importações de combustíveis, distribuidoras concorrentes vêm ganhando mercado da estatal.

Os ajustes de preços de combustíveis passarão a ser divulgados através do site www.petrobras.com.br/precosdistribuidoras e nos canais internos de comunicação aos clientes.

A partir da nova orientação, a área técnica de marketing e comercialização da Petrobras poderá realizar ajustes sempre que achar necessário, dentro de uma faixa determinada, de redução de 7% a alta de 7% sobre os preços vigentes dos derivados nas refinarias.

Na sexta-feira, Petrobras anunciou redução

Na última sexta-feira, a Petrobras reduziu o preço médio nas refinarias em 5,9% para a gasolina e 4,8% para o diesel, na 3ª redução de preços nas refinarias em menos de 40 dias. O último corte tinha sido anunciado no dia 14 de junho. Na ocasião, o valor da gasolina foi reduzido em 2,3% e o do diesel em 5,8%.

Na semana passada, o valor médio da gasolina no Brasil caiu pela 7ª vez seguida. Segundo dados divulgados nesta sexta-feira (30) pela Agência Nacional de Petróleo, o valor por litro foi de R$ 3,542 para R$ 3,51 – o menor valor desde outubro de 2015.

Preço da gasolina em R$ (Foto: G1 )

Compartilhar

Fotos mostram dinheiro e joias apreendidos na Operação Ponto Fina

Contabilidade total não havia sido feita até as 15h45.

Polícia Federal divulga imagens de apreensões na Operação Ponto Final; quantias em dinheiro foram arrecadadas em apartamentos e escritórios (Foto: Divulgação/PF)

A Operação Ponto Final da Polícia Federal, que prendeu o presidente da Fetranspor, o ex-presidente do Detro e outras pessoas ligadas ao setor de transportes no Rio, divulgou por volta das 15h30 desta segunda-feira (3) as imagens de apreensões da Operação.
Entre as apreensões, destacam-se grandes quantias em dinheiro, em reais, dólares e até libras esterlinas, jóias e principalmente documentos. Até as 15h45, ainda não havia contabilidade de todos os bens apreendidos durante a operação.
O esquema, de acordo com a Polícia Federal, teria movimentado mais de R$ 260 milhões para pagamentos a políticos e conselheiros do Tribunal de Contas do Estado para conseguir facilidades e suavizar investigações contra a Federação dos Transportes do Rio de Janeiro e suas empresas subsidiárias, como o Riocard.
Na noite de domingo (2), o mandado de prisão preventiva contra Jacob Barata Filho, um dos principais empresários do setor, foi antecipado depois que a Polícia Federal conseguiu a informação de que Barata Filho estava tentando deixar o Brasil de avião em direção a Lisboa. Por volta das 22h30, o empresário foi preso no setor de embarque do aeroporto internacional do Galeão, na Zona Norte do Rio.
Operação Ponto final
Os mandados de prisão e 30 mandados de busca e apreensão foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal. Cerca de 80 policiais federais participam da ação.
A ação foi baseada nas delações premiadas do ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado Jonas Lopes e do doleiro e operador Álvaro Novis. Os agentes fizeram buscas nas cidades do Rio, São Gonçalo e Paraíba do Sul, no estado do Rio de Janeiro, e nos estados do Paraná e Santa Catarina.
Em nota, A Federação de Transporte de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor) afirmou que “colabora com as autoridades policiais e está à disposição da Justiça para os esclarecimentos necessários.”

Polícia Federal divulga imagem de apreensões na Operação Ponto Final; joias estão entre as apreensões (Foto: Divulgação/PF)

PF divulga imagens de apreensões na Operação Ponto Final; muitos documentos foram apreendidos (Foto: Divulgação/PF)

 

Compartilhar