LAVA-JATO: SENTINDO-SE ABANDONADO, JOÃO ABREU SE ESCONDE E AMEAÇA DELATAR ROSEANA

joao-abreu-338x625
Do Marrapá
É cada dia mais complicada a situação do ex-secretário-chefe da Casa Civil do governo Roseana Sarney, João Abreu. Envolto em denúncias de recebimento de propina no âmbito das investigações da Lava-Jato, ele sequer dorme no seu espaçoso e luxuoso apartamento na Península da Ponta d’Areia.
João Abreu é visto com frequência no Number One, onde tem um pequeno flat situado no segundo andar. Costumava recorrer ao imóvel somente quando a Polícia Federal deflagrava etapas da Lava-Jato, temendo uma eventual prisão temporária.
Aos mais próximos João Abreu tem demonstrado descontentamento com a família Sarney, de quem é sócio em vários negócios, como o Shopping Jaracati. O ex-secretário se sente abandonado, teme ser usado como bode expiatório no negócio que envolveu propina de R$ 6 milhões, segundo quatro delatores, e teria manifestado interesse em recorrer a delação premiada.
A possibilidade de delação que deixa apavorada o grupo Sarney. João Abreu sabe muito mais do que já foi dito por Alberto Youssef e Paulo Roberto Costa, Rafael Ângulo e Ricardo Pessoa. Se ele abrir a boca o Maranhão será passado a limpo numa lava-jato.
Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *