Holandinha e o risco de ficar fora do páreo… 

É claro que ainda é cedo para definir situações – afinal, é só a primeira pesquisa mais ampla sobre a corrida eleitoral em São Luís.
Mas os números apresentados hoje pela pesquisa Escutec, publicada no jornal O EstadoMaranhão, devem servir para o prefeito Edivaldo Júnior (PTC), repensar, de fato, sua política partidária, de alianças, de mídia, e, principalmente, de relação com as comunidades.
Edivaldo já corre riscos reais de ficar fora, inclusive, de um eventual segundo turno nas eleições de 2016, a depender dos candidatos que se apresentarem.
Ele perde a condição de principal opositor da deputada Eliziane Gama (PPS), se a candidata do PMDB for, por exemplo, Roseana Sarney.
Também fica em terceiro se o candidato do PSDB for João Castelo. E se for Luis Fernando Silva, o tucano também mostra poder de superar o prefeito. 
Holandinha terá que fazer, agora, o que se chama de corrida de recuperação.
Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *