Escritório especializado alerta para novos valores de licitações.

Decreto nº 9.412/2018 atualiza os valores das modalidades de licitação em 120% em relação aos patamares atualmente praticados, confira o decreto:

DECRETO Nº 9.412, DE 18 DE JUNHO DE 2018
Atualiza os valores das modalidades de licitação de que trata o art. 23 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993.
O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, caput, inciso IV, da Constituição, e tendo em vista o disposto no art. 120 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993,
DECRETA:
Art. 1º  Os valores  estabelecidos nos incisos I e II do caput do art. 23 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, ficam atualizados nos seguintes termos:
I – para obras e serviços de engenharia:
a) na modalidade convite – até R$ 330.000,00 (trezentos e trinta mil reais);
b) na modalidade tomada de preços – até R$ 3.300.000,00 (três milhões e trezentos mil reais); e
c) na modalidade concorrência – acima de R$ 3.300.000,00 (três milhões e trezentos mil reais); e
II – para compras e serviços não incluídos no inciso I:
a) na modalidade convite – até R$ 176.000,00 (cento e setenta e seis mil reais);
b) na modalidade tomada de preços – até R$ 1.430.000,00 (um milhão, quatrocentos e trinta mil reais); e
c) na modalidade concorrência – acima de R$ 1.430.000,00 (um milhão, quatrocentos e trinta mil reais).
Art. 2º  Este Decreto entra em vigor trinta dias após a data de sua publicação.
Brasília, 18 de junho de 2018; 197º da Independência e 130º da República.
MICHEL TEMER
Esteves Pedro Colnago Junior
Este texto não substitui o publicado no DOU de 19.6.2018

Compartilhar

Prefeito Zé Martins desmonta fake news produzido nos porões da Secom e ainda enquadra Flávio Dino

Em um bem fundamentado direito de resposta, o prefeito de Bequimão, Antonio José Martins (MDB), mais conhecido como Zé Martins, matou dois coelhos numa lapada só. Explica-se.

Através de um blog alugado pelo Palácio dos Leões, cujos membros do governo teriam até a senha de acesso para publicar o que bem quiserem, adversários do prefeito Zé Martins inventaram que ele teria impedido a “Passagem de estrutura da ponte pelo centro da Bequimão”.

A ponte em questão é que a liga Central a Bequimão que o governo Flávio Dino prometeu começar as obras logo no primeiro ano da sua gestão, mas só agora, nas vésperas das eleições, que resolveu fazer um factoide miserável com entrega de estruturas metálicas numa cena dantesca onde carretas aparecem como se fossem “outdoors ambulantes” com propagandas do governo, no que acertadamente o competente jornalista Gilberto Léda denominou de “VLT da Baixada”, numa referência a entrega do lendário VLT do ex-prefeito João Castelo que chegou com pompas em São Luis e hoje apodrece em algum depósito da cidade.

Pois bem. No direito de resposta que o blog palaciano foi obrigado a publicar, Zé Martins faz o devido esclarecimento sobre o que de fato ocorreu quando da chegada das tais estruturas nos “outdoors ambulantes” e ainda chama atenção para a realidade que o município de Bequimão enfrenta em termos de perseguição do governo Flávio Dino, em particular na área da saúde já que, segundo afirma o prefeito no seu pedido de resposta, o governo está “se omitindo em repassar quase 2 milhões de reais ao Município de Bequimão.

Em suma: além de desmontar o fake news do blog amilhado, o prefeito Zé Martins ainda enquadrou o governador Flávio Dino. Toma!

A seguir, a íntegra do direito de resposta assinado pelo prefeito Antonio José Martins, reconhecido como um dos melhores prefeitos não apenas da Baixada, mas do Maranhão. Confira.

Senhor jornalista,

A respeito da matéria “ALIADO DE ROSEANA IMPEDE PASSAGEM DE ESTRUTURA DA PONTE PELO CENTRO DE BEQUIMÃO”, vimos, nos termos do Art. 5º, V da Constituição Federal c/c art. 2º, da Lei nº. 13.188/2015, e ainda, nos termos do art. 58 da Lei 9.504/1997, sem prejuízo de outras ações de caráter civil e penal, REQUERER

DIREITO DE RESPOSTA, que seque nos termos seguintes:

A “matéria” jornalística do blogue, na intenção clara de fazer proselitismo barato, por ignorância ou má-fé, descumpre a principal missão do jornalismo sério: bem informar os seus leitores sobre os fatos.

Como é de conhecimento de todos, 19 de junho é festejado o aniversário do Município de Bequimão, que ontem fez 83 anos de emancipação politica.

E, para festejar a data, muito querida por todos bequimãoenses, a prefeitura municipal, como tem feito todos os anos, programou uma série de eventos que se desenvolveram durante todo o dia no cento da cidade e nas principais vias, como corridas, ciclismo, shows, e diversas outras atividades ao ar livre.

Visando garantir a segurança dos participantes das festividades, a Guarda Municipal foi orientada a interditar, durante todo o dia, o tráfego de veículos nas vias do centro destinadas à comemoração, somente permitindo a passagem dos residentes, e ainda a assim, com velocidade controlada, em veículos pequenos.

Por conta disso, a guarda orientou o comboio com o material de construção para ponte Bequimão/Central do Maranhão – obra essencial para a região –, fosse feito por uma via alternativa, e não pelo centro da cidade, que àquela altura se encontrava tomado pelas atividades festivas alusivas ao aniversário da cidade.

O prefeito de Bequimão, Antonio Martins, diferente de uns e outros, roga pelo desenvolvimento da região, e nunca se furtou as iniciativas do Governo Estadual em beneficio da população, por conta de questões politicas. Muito pelo contrário, sempre que foi chamado participou das mesmas.

É assim, firme nos interesses da população que mantém todos os serviços de saúde do Hospital Municipal, embora o Governo Estadual esteja se omitindo em repassar quase 2 milhões de reais ao Município de Bequimão. Aliás, este ano de 2018, até a presente data, não houve um único repasse aquela casa de saúde, prejudicando não apenas a população de Bequimão, mas, também, dos municípios vizinhos. Esta sim, um atitude coronelista e incompatível com a democracia que vivenciamos em pleno Século XXI.

Acreditamos que o jornalista, ao produzir uma matéria sem se inteirar de todos os fatos, e procurar fazer proselitismo politico com fatos que não conhece, presta um péssimo serviço à população ou a quem lhe encomendou a matéria.

Atenciosamente,
Antonio José Martins.
Advogado, no exercício do cargo de Prefeito Municipal.

Compartilhar

COMUNIDADES INDÍGENAS: Waldir Maranhão cumpre agenda no Ministério da Saúde

A agenda faz parte do desdobramento da vista que Waldir Maranhão fez, no último domingo, 17, em Barra do Corda, quando integrou a comitiva liderada pelo senador e pré-candidato a governador Roberto Rocha

Dep. Waldir Maranhão foi recebido pelo secretário especial da Saúde Indígena Marco Toccolini.

O deputado federal Waldir Maranhão (PSDB) cumpriu na manhã desta quarta-feira, 20, agenda na Secretaria de Saúde Indígena, órgão do Ministério da Saúde, em Brasilia.

O parlamentar tucano foi recebido pelo secretário especial de Saúde Indígena, senhor Marco Antônio Toccolini.

Na pauta, as demandas que estão tramitando no Ministério em benefícios das comunidades indígenas no estado do Maranhão.

Essa agenda faz parte do desdobramento da vista que Waldir Maranhão fez, no último domingo, 17, em Barra do Corda, na companhia da comitiva liderada pelo senador e pré-candidato a governador Roberto Rocha (PSDB).

Na oportunidade, os pré-candidatos que integraram a comitiva foram recepcionados por índios de diversas comunidades.

Roberto Rocha ladeados por índios da tribo Canela.

Pelo que informou o secretário especial Marco Antônio Toccolini, estão em curso os procedimentos burocráticos para construção 8 poços em várias aldeias, sendo que dois já serão inaugurados no dia 29 deste mês: um na aldeia Pé de Galinha, em Barra do Corda, e outro na aldeia Planalto, no município de Jenipapo dos Vieiras, ambas pertencentes a tribo dos Guajajaras.

“Estamos cumprindo o nosso papel de parlamentar e vimos cobrar os compromissos dos órgãos públicos em Brasília com o estado do Maranhão. Quando da nossa passagem em Barra do Corda, no domingo passado, o nosso pré-candidato ao governo, senador Roberto Rocha, fez anúncio de várias ações a favor de municípios daquela Região, inclusive de construção de unidades habitacionais, sem falar que foi muito recebido pelas comunidades indígenas daquelas localidades. Agora temos a notícia da construção de poços em diversas aldeias, uma ótima notícia, diga-se”,comemorou Waldir Maranhão, que é pré-candidato a senador.

Ressalta-se que essas demandas no Ministério da Saúde favoráveis aos indígenas maranhenses, também conta com a atuação determinada do deputado federal Hildo Rocha (MDB).

Compartilhar

Em Barra do Corda, Roberto Rocha reúne multidão em encontro de trabalhadores e trabalhadoras rurais

O senador Roberto Rocha, pré-candidato ao governo do estado e sua comitiva de pré-candidatos do PSDB ao Senado Federal, Câmara dos Deputados e Assembleia Legislativa, foram recebidos por uma multidão durante encontro com trabalhadores e trabalhadoras rurais de Barra do Corda e região, no último domingo, 17, na sede da AABB – Associação Atlética do Banco do Brasil.

O evento foi organizado pela União de Trabalhadores Rurais do município que agrega cerca de cinco mil produtores rurais de vários municípios e tem como objetivo principal fomentar políticas públicas voltadas para o homem do campo. Sete municípios marcaram presença: Fernando Falcão, Jenipapo dos Vieira, Tuntum, Dom Pedro, Grajaú, Itaipava do Grajaú e Presidente Dutra.

O ato em Barra do Corda foi a culminância das visitas liderada pelo pré-candidato a governador Roberto Rocha no final da semana passada. Na oportunidade, o Superintendente do Incra no Maranhão, George Aragão, anunciou a liberação de recursos para apoio inicial no valor de R$ 5.200,00; R$ 6.400,00 para fomento geral e 3.000,00 para o fomento mulher.

Estão de parabéns os organizadores desse grande ato que foi o encontro de trabalhadores e trabalhadoras rurais, nas pessoas de Odeane Sá, Damião da Conceição, Eliana Araújo, Laide Silva, Edinacir Miranda, Célia Virgínia, Cleiton Silva.

E outros encontros do tipo já estão sendo planejados.

Vale aguardar e conferir.

Compartilhar

ROBERTO ROCHA SEGUE FORTALECENDO SUA PRÉ-CAMPANHA AO GOVERNO DO ESTADO

CARUTAPERA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com o ritmo de pré-campanha acelerado, neste último sábado,16, o senador Roberto Rocha (PSDB), pré-candidato ao governo do estado, concluiu na cidade de Cândido Mendes a sua agenda de visitas pela região maranhense Alto Turi. Durante dois dias, Roberto Rocha e sua comitiva visitaram os municípios de Carutapera, Luís Domingues, Godofredo Viana e Cândido Mendes.

Na comitiva do senador estavam os parlamentares e pré-candidatos pelo PSDB, Waldir Maranhão, Alexandre Almeida, Wellington do Curso, Graça Paz e o ex-deputado Zé Genésio. Também acompanharam o senador nessa agenda, a advogada Adriana Almeida e a pré-candidata a deputada federal pelo PSDB, Alexsandra Viana— duas grandes lideranças na região.

Na sexta-feira, 15, em Carutapera, Roberto Rocha visitou o prefeito André Dourado; concedeu entrevista na Rádio Litoral FM e reuniu-se com populares em um grande encontro na Colônia de Pescadores Cândido Loureiro, organizado pela advogada Adriana Almeida. No local, centenas de pessoas aguardavam ansiosas para ouvir as propostas do senador, que se consolida cada vez mais como uma terceira via na disputa pelo governo do Maranhão nas eleições deste ano.

—-Não é comum recebermos senadores no nosso município. A presença dele aqui hoje é uma alegria, pois é uma porta que se abre para o nosso povo. Estamos cansados de falsas promessas e ele veio renovar a nossa esperança, trazer benefícios e anunciar os projetos que têm feito e os que ainda vai fazer pela nossa região que tanto necessita—-, disse Dhersica Saraiva, moradora de Carutapera.

Após a reunião na Colônia de Pescadores, o senador participou de um almoço na residência da advogada Adriana Almeida.

Ainda em Carutapera, Roberto Rocha fez questão de visitar o Hospital Regional do município, que há quatro anos está em reforma e não tem ainda nenhuma perspectiva de conclusão.

LUÍS DOMINGUES

LUÍS DOMINGUES

O senador maranhense e sua comitiva também se reuniram com lideranças no município de Luís Domingues, na residência do prefeito Gilberto Braga (PSDB). O encontro contou com a presença de centenas de pessoas e muitas lideranças políticas do município.

No sábado, 16, eles participaram de um café da manhã em Godofredo Viana, organizado pelo prefeito Sissi Viana.

GODOFREDO VIANA

GODOFREDO VIANA

Roberto Rocha finalizou a agenda na região Alto Turi na cidade de Cândido Mendes, com uma reunião com lideranças organizada pela pré-candidata a deputada federal pelo PSDB, Alexsandra Viana.

Como fez nos outros três municípios visitados, ele falou dos seus projetos, ouviu as sugestões e reivindicações dos moradores e anunciou benefícios que já conseguiu, por meio do seu mandato, para a Godofredo Viana e cidades adjacentes. Entre eles, a federalização da BR 308, que vai interligar o continente à ilha de São luís com duas pontes ligando o Norte ao Nordeste. Falou dos benefícios da CODEVASF, que agora pode atuar em todo o Maranhão e, especialmente, a garantia de mais qualidade de vida para as crianças da região, com o projeto de sua autoria que dobra a Merenda Escolar de mais de cem municípios maranhenses.

Roberto Rocha também garantiu que vai buscar recursos junto ao Governo Federal para um dos grandes anseios do povo, que é a construção da ponte que liga Cândido Mendes à Maracaçumé,

—- Estamos fazendo uma política diferente, renovada, olhando no olho de cada cidadão maranhense que anseia por uma vida melhor e com mais qualidade. Desta forma, empenharei o meu mandato e não medirei esforços para garantir projetos que incentivem as pessoas da região Alto Turi a empreender e acreditar no potencial dessa região tão rica. Deixo meus agradecimentos à Alexsandra Viana e a dra. Adriana Almeida, que nos recepcionaram com tanto carinho nas suas cidades e sua região. Meu abraço caloroso a essa população maravilhosa de Cândido Mendes, de Carutapera, de Luís Domingues e Godofredo Viana, que recebeu a mim e aos pré-candidatos do PSDB, que vieram ouvir a nossa mensagem e que acreditam no nosso projeto para o Maranhão—-, agradeceu Roberto Rocha.

CANDIDO MENDES

Após concluir esses compromissos na região, o senador seguiu com a sua comitiva para a cidade de Barra do Corda, para um encontro com trabalhadores rurais de seis municípios: Fernando Falcão, Jenipapo dos Vieiras, Tumtum, D. Pedro, Presidente Dutra e Grajaú.

Compartilhar

O fator Alexandre Almeida em busca do Senado

A disputa pelo Senado Federal no Maranhão está ficando interessante e instigante.

Pelos nomes que estão sendo colocados até aqui, não tem como desconhecer e/ou ignorar a pré-candidatura de senador do jovem deputado estadual Alexandre Almeida (PSDB).

Parlamentar atuante na Assembleia Legislativa do Maranhão, aguerrido, dono de boa oratória, competente, Alexandre Almeida ousou, como é próprio dos jovens “ousar”, abrir mão de um terceiro mandato de deputado estadual e alçar voo rumo ao Senado Federal.

Alexandre Almeida tem uma característica que foge ao padrão genérico dos políticos, qual seja não depender da política para sobreviver.

O pré-candidato tucano é um bem sucedido advogado e sabe separar muito bem a sua condição de operador do direito da sua atuação política.

Em verdade, Alexandre Almeida é produto de uma nova cultura política, por assim dizer, que se estabeleceu no Maranhão a partir da eleição de Roberto Rocha para o Senado Federal em 2014.

“Como assim, Bob Lobato”, perguntaria o leitor. Explico.

É que a eleição de Roberto Rocha para senador abriu uma “porteira” que até então era permitida a entrada somente para os “mais velhos”, via de regra ex-governadores. Roberto mudou essa regra ao eleger-se em 2014. Aí que surgem pré-candidatos ao Senado como o Alexandre Almeida.

Se souber tirar proveito político e eleitoral da sua condição jovem, independente, profissional liberal bem sucedido e principalmente “colar” na imagem do senador e pré-candidato a governador Roberto Rocha, eleito senador sem ainda ter passado pelo Palácio dos Leões, certamente Alexandre Almeida poderá surpreender o Maranhão e eleger-se senador da República.

Blog do Robert Lobato afirma isso muito à vontade porque foi o primeiro a analisar a possibilidade do deputado estadual Alexandre Almeida ser candidato a senador (reveja aqui).

Por fim, e é importante que se diga, Alexandre Almeida, de todas as qualidades que possui, destaca-se uma que na política é coisa rara: Lealdade.

O fato é que os maranhenses, na intimidade da urna, terá uma ótima opção para o Senado Federal nas eleições de 2018.

E atende pelo nome de Alexandre Almeida

Compartilhar

ZEMA: Vitória do Maranhão no Senado Federal apesar do PCdoB de Flávio Dino

Apenas a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) votou contra a proposta que beneficia diretamente o estado do Maranhão.

O Maranhão foi agraciado com uma excelente notícia nesta quarta-feira, 13.

O projeto de autoria do senador Roberto Rocha (PSDB), que cria a Zona de Exportação do Maranhão (ZEMA), foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal.

Pelo projeto, que teve o também senador maranhense Edson Lobão (MDB) como relator, as empresas que se instalarem na ZEMA terão isenção de impostos e contribuições incidentes sobre a importação ou sobre aquisições no mercado interno de insumos, para que possam produzir mercadorias ou prestar serviços destinados à exportação.

Somente as empresas enquadradas na seção “indústrias de transformação” da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) poderão usufruir dos incentivos fiscais aplicáveis à Zema.

Redenção do MA

O projeto da ZEMA é visto por muitos políticos, empresários, estudiosos, acadêmicos etc, como a redenção do Maranhão no sentido do estado conquistar um outro patamar de desenvolvimento.

Roberto Rocha observou que “a Ilha de São Luís apresenta características geográficas que a habilitam a constituir uma área de livre comércio, especialmente pelas condições logísticas que favorecem a entrada de insumos e o escoamento da produção para o exterior”. Segundo ele, o projeto vai ajudar a a desenvolver o Maranhão e melhorar a vida da população.

Apesar do PCdoB de Flávio Dino

Senadora Vanessa Graziotin preferiu votar contra a ZEMA atendendo ao “relator” Flávio Dino.

A ZEMA foi aprovada pela quase totalidade dos senadores da CCJ.

Apenas a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) votou contra a proposta que beneficia diretamente o estado do Maranhão.

Parlamentar amazonense é do mesmo partido do governador Flávio Dino, que, por sua vez, poderia ter pedido para que a “camarada” desse um voto de confiança não ao senador Roberto Rocha, mas ao estado do Maranhão.

Mas, se duvidar, é capaz do comunista-mor do Maranhão ter orientado a senadora Vanessa votar contra a proposta só de mau…

Compartilhar

Roberto Rocha… A quem ele incomoda?

Não creio em casualidades e, na política, elas não existem mesmo. Tudo é importante na atividade política.

Com o senador Robert Rocha acontecem fatos estranhos. A primeira dúvida era se ele conseguiria a liderança do PSDB, já que esse partido estava teoricamente no cume do poder político no Maranhão. Digo teoricamente porque a vice-governadoria, para o PSDB, significava nada. Simplesmente nada.

Roberto e Sebastião Madeira conseguiram o comando do partido e o partido voltou a ser, de fato, um partido e mais, apto para o pleito desse ano.

A partir daí, o Roberto Rocha transformou-se em uma tábua de tiro ao alvo. Não foi respeitado nem mesmo o seu drama familiar, na enfermidade de um filho e os ataques chegaram ao ponto de ser atacado por notícias falsas, as tais fakes.

Essa introdução, a faço para dizer o óbvio: ninguém atira em árvore sem frutos. Somente essa sanha contra o senador demonstra que ele tem viabilidade e deixa severas preocupações em outros arraiais.

O maior interessado na não candidatura tucano é um leão forte e carrancudo, pelas bandas da beira-mar. O sonho do governo do Maranhãoé uma eleição plebiscitária no primeiro turno e sem Roberto Rocha no páreo, a imagem do plebiscito se torna cada vez mais forte.

O outro interessado é o grupo Sarney. A maior parte do eleitorado maranhense está no grupo “desiludidos de toda ordem”. Nesse grupo estão os decepcionados com a política de maneira geral, os decepcionados atávicos com o sarneisismo e as viúvas chorosas da sanha comunista.

Para esse grupo (desiludidos de toda ordem) que é a maioria dos maranhenses, entre as opções postas, a que mais se aproxima deles é Roberto Rocha. Não pode ser acusado de sarneisismo, de comunismo, de incompetente, de corrupto, por exemplo.

A eleição de Roberto Rocha é a maior quebra de paradigma da política maranhense retirará do sarneisismo , em definitivo, a opção majoritária e devolvera o comunismo ao seu justo tamanho. Nanico.

Ademais, quem tem um histórico de vitórias para deputado estadual e federal por tantas vezes e que teve um milhão e meio de votos para o senado na última eleição, não pode, em nenhuma hipótese, ser menosprezado ou desconsiderado.

A vivência política diz que ninguém pode ser obrigado a apoiar ou desapoiar, entretanto essa mesma vivência diz que todas as nossas atitudes carregam consequências.

Ser contra a candidatura tucana, qualquer um pode ser, mas deve ficar bem claro qual é o objetivo dessa atitude. Mais ainda, se essa atitude beneficia o PSDB. Nesse momento, o PSDB necessita mais da presença do Roberto Rocha, que Roberto Rocha do PSDB. A retirada de Roberto Rocha não traz benefício aos tucanos e ao Maranhão.

A conta é simples. O Roberto Rocha é senador da república até 2023 e o PSDB tem quatro meses para viabilizar uma eleição majoritária e proporcional. O partido quase morreu em quatro anos de genuflexão serviçal ao comunismo e, sem dúvida morrerá se, agora, sair dos trilhos.

Somos tão viáveis que temos três postulantes ao senado, todos com inquestionável valor político e eleitoral. O candidato a governador, Roberto Rocha, é, de longe, o mais preparado entre os outros do certame.

Fica inexplicável, portanto, procurar soluções distantes, quando essa solução está ao nosso lado, ao alcance de nossas mãos. Qualquer atitude que objetive tirar o Roberto Rocha do páreo é sujeita a muitos porquês.

Sonho que não tenhamos oportunidade para responder a nenhum desses porquês.

Compartilhar

Lobo em pele de cordeiro; Pastor Bel condenado por tentar enganar a justiça

Maura Jorge e Jair Bolsonaro terão grande dificuldade no Maranhão de emplacar o discurso que são honestos e repudiam corruptos, isso por que no palanque dos dois estará o Sarneyzista Pastor Bel, o suplente de Lobão no Senado foi recentemente condenado na justiça eleitoral maranhense por, pasmem, tentar enganar a justiça. Pr Bel teve sua prestação de contas rejeitada pela justiça eleitoral maranhense e ao invés de tentar responder a justiça de maneira clara sobre o por que teve as contas rejeitadas o intrépido Pastor tentou foi da um “balão” na justiça, alegou que: “As intimações foram mandadas para seu endereço e foram recebidas por pessoa diversa é desconhecida do requerente”, ou seja, a justiça mandou para um endereço desconhecido e a intimação foi assinada por alguém que o Pastor não sabia quem era. Nobres leitores o que o O suplente de Lobão não contava era que a justiça eleitoral maranhense não é tão falha quanto se imagina e em consulta verificou que o próprio Bel foi quem registrou o endereço da intimação quando se candidatou e que a tal pessoa desconhecida que recebeu a intimação era nada mais nada menos que a própria genitora, a mãe do Pastor Bel, por isso Bel foi condenado pela justiça por: litigância de má fé, por tentar enganar a justiça.

E agora como Bolsonaro e Maura posaram de honestos com alguém de histórico duvidoso é tão enrolado como Pr Bel ? Aguardemos.

Compartilhar

Lobo em pele de cordeiro; Pastor Bel condenado por tentar enganar a justiça.

Maura Jorge e Jair Bolsonaro terão grande dificuldade no Maranhão de emplacar o discurso que são honestos e repudiam corruptos, isso por que no palanque dos dois estará o Sarneyzista Pastor Bel, o suplente de Lobão no Senado foi recentemente condenado na justiça eleitoral maranhense por, pasmem, tentar enganar a justiça. Pr Bel teve sua prestação de contas rejeitada pela justiça eleitoral maranhense e ao invés de tentar responder a justiça de maneira clara sobre o por que teve as contas rejeitadas o intrépido Pastor tentou foi da um “balão” na justiça, alegou que: “As intimações foram mandadas para seu endereço e foram recebidas por pessoa diversa é desconhecida do requerente”, ou seja, a justiça mandou para um endereço desconhecido e a intimação foi assinada por alguém que o Pastor não sabia quem era. Nobres leitores o que o O suplente de Lobão não contava era que a justiça eleitoral maranhense não é tão falha quanto se imagina e em consulta verificou que o próprio Bel foi quem registrou o endereço da intimação quando se candidatou e que a tal pessoa desconhecida que recebeu a intimação era nada mais nada menos que a própria genitora, a mãe do Pastor Bel, por isso Bel foi condenado pela justiça por: litigância de má fé, por tentar enganar a justiça.

E agora como Bolsonaro e Maura posaram de honestos com alguém de histórico duvidoso é tão enrolado como Pr Bel ? Aguardemos.

Compartilhar