Desvio de merenda escolar pode virar crime hediondo, defende Roberto Rocha

O senador Roberto Rocha (PSB) subiu à tribuna na sessão de ontem, 15, e defendeu projeto de sua autoria que tipifica como crime hediondo a apropriação ou desvio de dinheiro de programas sociais como o Bolsa Família e a distribuição de merenda escolar. Dessa forma, o senador disse ser possível evitar o sofrimento de pessoas vulneráveis, cuja única alimentação do dia se resume justamente à merenda.
Rocha sustentou seu discurso a partir de uma reportagem da TV Record, realizada no interior do Maranhão, que exibiu situação precária dos município, sobretudo quanto à questão da fome. Para o senador, isso é consequência do fracasso de políticas públicas, ineficiência para cadastramento dos mais pobres e desvio do dinheiro público.
A reportagem, disse o senador, percorreu quatro municípios do estado que estão entre os cinco com piores rendas do país e estão entre os 35 do Maranhão com o pior índice de desenvolvimento humano (IDH), do Brasil: Fernando Falcão, Marajá do Sena, Centro do Guilherme e Belágua.
— A merenda escolar é a única refeição do dia. Não é justo que nesses casos ela seja vista apenas como um lanche, uma merenda. Ela é uma garantia mínima nutricional de milhares de crianças. Precisa ser tratada de forma especial, como uma questão de segurança alimentar e de calamidade pública — afirmou.
(Com informações da Agência Senado)
Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *