“É preciso despolitizar a questão da segurança pública” afirma Roberto Rocha

O senador Roberto Rocha (PSDB-MA) apelou nesta terça-feira (6) em Plenário em favor da união nacional em torno das políticas públicas de combate à violência. Ele disse ser necessário envolver todos os partidos e entes da Federação na busca de soluções para o problema. De acordo com o senador, que pediu um “jejum ideológico”, é preciso “despolitizar a questão de segurança pública”, num esforço para conter a violência, que já afeta todas as famílias brasileiras.

O senador disse que a política de segurança pública não deve ser encarada como uma “agenda da direita”, deixando de lado as diferenças ideológicas. Ele afirmou existirem no país muitas ONGs ligadas ao meio ambiente, mas disse desconhecer a existência de ONGs dedicadas às questões de segurança.

Para dar aos estados e municípios condições financeiras para combater a violência, Roberto Rocha sugeriu a criação de fundos de segurança pública, a exemplo dos que existem para a saúde e educação. Ao concluir pediu o apoio do presidente do Senado, Eunício de Oliveira, a criação de uma Comissão Permanente de Segurança Pública.

— Faço um apelo para que todos os partidos se unam para que a gente possa oferecer ao Brasil, no Senado Federal, uma comissão permanente dedicada à discussão da segurança pública.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *