Eduardo Braide estará atrelado ao projeto de poder de Roberto Rocha

O senador Roberto Rocha (PSDB) e o deputado federal José Reinaldo Tavares (sem partido) estão em total falta de sintonia.

Pelo menos é o que se consegue depreender analisando recente declaração dada pelo tucano.

Pré-candidato ao governo, Roberto Rocha afirmou que o deputado estadual Eduardo Braide (PMN) estará atrelado ao seu projeto de poder, seja integrando a sua chapa majoritária, seja disputando a eleição proporcional (reeleição ou o cargo de deputado federal).

“Eduardo fará parte, sim. Ele vai compor nossa chapa majoritária ou proporcional”, disse o senador em entrevista publicada na edição de hoje do Jornal O Estado do Maranhão.

A afirmação de Roberto Rocha vai na contramão do que vem pregando o ex-governador.

Ontem, em entrevista ao programa Repórter Difusora Segunda Edição, da Rádio Difusora FM, Zé Reinaldo voltou a garantir que a sua filiação ao PSDB, por onde pretende disputar o Senado, foi acertada com o presidente nacional do partido, Geraldo Alckmin, e teve a seguinte condicionante: que no Maranhão, o presidenciável terá dois palanques – um sustentado por Rocha e outro por Eduardo Braide que, segundo Zé Reinaldo, será candidato ao governo.

Madeira – Quem também resolveu trocar farpas com o ex-governador foi o secretário geral do PSDB e ex-prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira.

No mês passado, Madeira e Zé Reinaldo estiveram reunidos, ocasião na qual do pré-candidato ao Senado teria sugerido que Roberto Rocha abdicasse da candidatura para apoiar Braide, que aparece em terceiro lugar em todas as pesquisas de intenção de voto divulgadas até o momento.

O ex-prefeito não gostou nem um pouco da sugestão, afirmando, em áudio que vazou em vários grupos de mensagem, que Zé Reinaldo é bem-vindo no partido.

Porém, deixou claro que o projeto Roberto Rocha Governador é irreversível.

Glaucio Ericeira

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *