Espaço para estimular o interesse pela leitura em crianças é destaque na 9º FeliS

Espaço para estimular o interesse pela leitura em crianças é destaque na 9º FeliSUm espaço para estimular o lúdico entre as crianças e despertar, desde cedo, o interesse pelos livros. Essa é a proposta do Espaço Criança, que faz parte da programação da 9ª Feira do Livro de São Luís (FeliS). O espaço é idealizado pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), e receberá, até o dia 11 de outubro, estudantes da rede municipal e crianças e adolescentes que visitarem a feira.
Apresentações teatrais, de dança, música, corais, pintura, desenho, rodas de leitura, contação de histórias e outras brincadeiras são algumas das atividades desenvolvidas no Espaço Criança. O secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho, agradeceu o empenho dos educadores que se revezam no cuidado com as crianças e adolescentes no espaço e destacou a importância da 9ª FeliS para a rede municipal de ensino.
“Este espaço foi desenvolvido especialmente para os nossos pequeninos, para que possam ser cativados pelo universo de fantasia que um livro representa. A arte tem um valor pedagógico distinto e inenarrável, que esperamos ver apreendido pelas crianças durante este evento. Agradecemos a dedicação dos nossos educadores que transformaram este espaço em realidade e que tem se revezado no carinho e no cuidado com as crianças”, disse o titular da Semed.
ATIVIDADES
O Espaço Criança é composto pelas salas de Educação Infantil e de Ensino Fundamental, por uma Ágora, onde se realizam espetáculos, e pela sala “Aprendendo com as Diferenças”, voltada para a área de Educação Especial, onde os estudante podem participar de oficinas de Libras e Braille, bem como de atividades sensoriais com objetos que simulam necessidades especiais auditivas e visuais. O objetivo do espaço é socializar com a comunidade em geral o trabalho desenvolvido com os estudantes com deficiência nas salas de recurso das unidades de ensino da rede municipal.
PROJETO PIRLIMPIMPIM
Nesta segunda-feira (5), o destaque da programação para os estudantes da Educação Infantil foi o projeto “Pirlimpimpim… A história não tem fim”, da U.E.B. Elpídio Hermes de Carvalho (Angelim). O projeto, realizado pelos professores com o apoio da gestão escolar, visa despertar o imaginário infantil a partir da encenação de espetáculos teatrais com os personagens do Sítio do Pica-pau Amarelo.
 
A professora Roziane Costa de Amarante, integrante da equipe responsável pelo projeto, explicou que o momento é a culminância de um trabalho que vem sendo desenvolvido há meses na escola. “Estamos trabalhando desde o início do segundo semestre na escola com os textos de Vinicius de Moraes, Monteiro Lobato e Ruth Rocha para desenvolver uma programação especial para este momento. Tivemos um grande envolvimento de todas as escolas e das crianças. Amo contar histórias”, disse a professora.
Luis Filipe Costa Rocha, 13 anos, estudante do 3º ano da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Piancó, elogiou a programação. “Gostei muito de ter vindo. Nunca tinha participado de uma feira de livros. Achei muito legal o Carro Biblioteca e o show de mágicas”, destacou Luís
Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *