Governo do Maranhão entrega 56 viaturas para as forças policiais

Em mais uma etapa do processo de modernização da infraestrutura de Segurança Pública do Maranhão, o governador Flávio Dino entregou às Polícias Civil e Militar (PMMA), mais 56 novos veículos modernos e adaptados para o policiamento na capital e interior do estado. A entrega foi realizada nesta quarta-feira (21).

Em 20 meses, o Governo do Maranhão entregou 345 novas viaturas, reforçando o policiamento em todas as regiões maranhenses. Dessa vez, a Polícia Militar recebeu 50 novas viaturas e a Polícia Civil foi equipada com novos seis veículos – sendo quatro destinados para o trabalho de perícia e dois para guincho.

“Em meio às dificuldades pelas quais passa o país, não temos condições de superar todas as carências instantaneamente. Trata-se de uma decisão política priorizar como escolha legítima o Sistema de Segurança porque ele é uma premissa para a realização de outros direitos, tais como lazer, acesso à cultura, à convivência comunitária, acesso mesmo à educação. Trata-se de um enorme esforço fiscal que nós estamos fazendo”, disse o governador Flávio Dino ao entregar os veículos ao Comando da Polícia Militar.

Além das viaturas, o Governo do Estado entregou à Polícia Técnica, quatro veículos exclusivos para o reforço do trabalho de perícia, que serão destinados à qualificação da investigação criminal nas cidades de Imperatriz e Timon.  A Polícia do Maranhão também poderá contar com dois novos guinchos destinados às guarnições de São Luís e Imperatriz.

As viaturas entregues possuem tecnologia embarcada com tablets, câmeras de segurança, aparelhos de GPS e sistema de radiocomunicação.

“As viaturas novas garantem a substituição da comunicação feita via celular, por comunicação via rádio. Nós sabemos da problemática eventual com sinais de operadoras e isso atrapalhava na comunicação. Com os rádios, essa comunicação é instantânea, resolvendo problemas sérios na intervenção policial, e impedindo a consumação de crimes”, explicou o secretário de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela.

Para os agentes de segurança que operam diretamente nas ruas, a aquisição de viaturas mais modernas é fundamental para a efetividade das operações e segurança dos próprios policiais.

Para o Soldado Hélio Santana, que atua no Batalhão Tiradentes, em São Luís as viaturas trouxeram mais conforto. “Para nós e todos os demais batalhões, essas viaturas garantem a melhoria do trabalho atendendo a sociedade mais rapidamente”, declarou.

Já Gleydson Trindade observa que o calor intenso das cidades e a poeira nas operações realizadas em locais mais distantes era um fator que dificultava a ação policial. “As novas viaturas aumentam a produtividade e deixam a população mais satisfeita com o nosso trabalho”, garante.

Controle intermunicipal

O Comando Geral da Polícia Militar reforçará o controle intermunicipal com uso de armas longas por policiais treinados para intervenção, usando fuzis nas regiões de intersecção entre os municípios. As novas viaturas farão o policiamento nas estradas que interligam municípios com posicionamento estratégico nos retornos e nas 18 zonas estratégicas de segurança em São Luís e em municípios do interior. A estratégia objetiva a otimização das rondas em cidades contíguas, garantindo maior efetividade nas operações policiais.

Interiorização da Segurança

Com os novos carros de perícia, o governo substituirá veículos que já atuavam há muito tempo, melhorando a qualidade do trabalho técnico do Instituto Médico Legal (IML) que atende a vários municípios nas regionais de Timon e Imperatriz.

“Nós estamos priorizando os princípios técnicos para determinar a distribuição desses veículos. Usamos uma planilha com o controle de distribuição, priorizando os municípios que têm maior índice de criminalidade e os municípios que estão com frota muito antiga. Trata-se de garantir as operações intermunicipais”, garantiu o governador Flávio Dino.

Mais viaturas

Ainda em setembro, o Governo do Estado entregará mais viaturas para reforçar o Programa ‘Pacto Pela Paz’, que tem como prioridade a redução dos CVLIs – Crimes Violentos Letais Intencionais, onde estão incluídos os homicídios, lesão corporal seguida de morte e os latrocínios, redução que só no primeiro semestre deste ano chegou a 17,3% se comparado com o mesmo período de 2014

Compartilhar

1 Comment

  1. ¯_(ツ)_/¯ ©

    2017

    Viva 2016!

    Em 2016 houve fato fabuloso sim, apesar de Vanessa Grazziotin falar que não, dessa forma equivocada assim:

    “O ano de 2016 é, sem dúvida, daqueles que dificilmente será esquecido. Ficará marcado na história pelos acontecimentos negativos ocorridos no Brasil e no mundo. Esse é o sentimento das pessoas”, diz Grazziotin.

    Mas, por outro lado, nem que seja apenas 1 fato positivo houve sim! É claro! Mesmo que seja, somente e só, um ato notável, de êxito. Extraordinário. Onde a sociedade se mostrou. Divino. Que ficará na história para sempre, para o início de um horizonte progressista do Brasil, na vida cultural, na artística, na esfera política, e na econômica.

    Que jamais será esquecido tal nascer dos anos a partir de 2016, apontando para frente. Ano em orientação à alta-cultura. Acontecimento esse verdadeiramente um marco histórico prodigioso. Tal ação acorrida em 2016 ocasionou o triunfo sobre a incompetência. Incrementando sim o Brasil em direção a modernidade, a reformas e mudanças positivas e progressistas. Enfim: admirável.

    Qual foi, afinal, essa ação sui-generis?

    Tal fato luminoso foi o:

    — «Tchau querida!»*

    [ (*) a «Coração Valente©» do João Santana; criada, estimulada e consumida. Uma espécie de Danoninho© ‘vale por um bifinho’. ATENÇÃO: eu disse Jo-ã-o SAN-TA-NA].

    Eis aí um momento progressista, no ano de 2016. Sem PeTê. Sem baranguice. Sem política kitsch do Petismo.

    A volta de decoro ao Brasil.

    Feliz 2017 a todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *