Madeira afirma que não vai recuar, mesmo com a tentativa de “estrangularem” a sua pré-candidatura

Por Diego Emir.

O pré-candidato a prefeito de São Luís, Carlos Madeira (SDD), vem sofrendo um processo de esvaziamento nas últimas duas semanas. Depois de aparecer bem colocado na pesquisa do Instituto Prever e ter avançado em diversas articulações, o juiz aposentado passou a ser alvo dos seus adversários com intuito de “estrangularem” sua pré-candidatura como o próprio classificou. Porém, ele garantiu: “não vou recuar”.

O Blog Diego Emir divulgou no inicio de julho que três secretários do DEM – Felipe Camarão, Rogério Cafeteira e Anderson Lindoso – iriam declarar apoio a Madeira, porém apenas o último confirmou o seu apoio e foi exatamente o primeiro. Logo em seguida houve uma mobilização para impedir uma adesão dos outros dois a pré-candidatura de Carlos Madeira, e acabaram declarado apoio a Neto Evangelista (DEM).

O juiz aposentado não nega que ficou incomodado com o movimento dos seus adversários políticos nas últimas semanas e classificou até como “crueldade”, mas ele não desistirá da disputa e afirma que só fica comprovado que ele não faz parte de consórcio algum, afinal estão tentando esvaziar sua pré-candidatura a todo custo.

Madeira informa que apesar das dificuldades, ele segue conversando com partidos em busca de apoios, mas também não descarta ir para a disputa com uma chapa puro sangue contanto apenas com os membros do Solidariedade.

Apesar desse processo de esvaziamento, Madeira já conta com adesões importantes: os secretários Simplício Araújo e Jefferson Portela, o vereador Afonso Manoel, os deputados Fernando Pessoa, Rildo Amaral e Helena Duailibe, entre outros.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *