Moradores de condomínio em Paço do Lumiar querem a presença da Polícia por se sentirem ameaçados pelo síndico

foto 1Moradores do Condomínio Plaza das Flores, localizado no município de Paço do Lumiar, tem reclamado constantemente da má administração do síndico Marcelo Rodrigues e Silva, e não é só isso, segundo eles, o mesmo tem gerado bastante desconforto, causando inclusive medo entre as pessoas que residem na localidade. A insatisfação é tanta, que já existe um abaixo-assinado pedindo a retirada do administrador.
Trechos de uma conversa enviada via whatsApp por um residente,mostram a revolta e a indignação dos moradores, que por meses, vem sofrendo com abusos e constrangimentos por parte da Direção. Segundo relatos, acontecem muitas confusões de moradores revoltados com a situação, e uma delas, o administrador teria defendido a pessoa que estava portando uma faca. A denúncia mostra ainda, que o próprio síndico com receio de sair do cargo, ameaça os moradores. Veja!!
foto 2Segundo os residentes,além de não entender absolutamente nada de coordenação, Marcelo Rodrigues carece de um comportamento moral e ético, que por várias vezes infringe as regras normativas tornando um abuso de poder por parte dele.
“Nós não aguentamos mais tanta autoridade sem respeito, ele parece mais um ditador de que um síndico. Não sabe ouvir os anseios das pessoas, cobra coisas indevidas, pede valores absurdos para compra de material de péssima qualidade, organizou um arraial no próprio condomínio sem autorização da Assembléia…enfim, estamos nos sentido ameaçados. Solicitamos a presença da Construtora Escudo para resolver o problema, mas nada foi feito. Agora queremos a presença da Polícia para tentar resolver o problema”, reclamou um morador que está se sentido ameaçado.
Moradores estão sofrendo represálias e pedem a presença da Polícia urgente para tentar resolver o problema. “Não aguentamos mais sofrer, existe um ditador que ameaça e agride de forma grosseira. Por favor, queremos que isso seja resolvido logo, não sabemos a quem mais recorrer. Pedimos até pelo amor de Deus que divulguem isso”, clama por socorro outra moradora do condomínio.
Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *