Policial Civil é assassinada durante suposta embosca

A policial civil Iran Santos foi assassinada a tiros durante uma suposta emboscada dos bandidos. A ação dos bandidos ocorreu próximo ao Farol do Araçagi.

Segundo a polícia, Ela estava saindo da casa de uma vizinha no Residencial Vista ao Mar, situado na região entre o bairro Araçagi e o município de Raposa, quando foi abordada por bandidos que após pedirem informações a ela decidiram efetuar disparos contra o veículo em que a policial estava.

Ainda conforme a polícia houve troca de tiros entre Iran e os criminosos, e durante o confronto a policial foi atingida na região do peito. Ela foi socorrida e encaminhada para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Araçagi, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos e acabou morrendo. Além da policial morta, dois suspeitos também morreram e um foi preso

O caso está sendo investigado pela a Delegacia de Homicídios, na capital. A polícia trabalha com a suspeita de uma emboscada em virtude da maneira como ocorreu o crime.

Iran Cerqueira Santos tinha 51 anos, trabalhava cerca de 30 anos como policial civil e atualmente atuava como chefe de captura da Delegacia de Homicídios. O corpo da policial está sendo velado na Pax União, localizado na área central de São Luís.

Com informações do G1

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *