Prefeitura amplia atendimento na Passarela do Samba em 2016

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), dará atenção especial ao público na festa da Passarela do Samba, no Anel Viário, no aterro do Bacanga, reservando pela primeira vez um espaço exclusivo para pessoas com deficiência, mobilidade reduzida, cadeirantes, gestantes e idosos. A recepção deste público será compartilhada pelo órgão municipal de Cultura e representantes das entidades ligadas à defesa dos direitos da pessoa com deficiência, idosos e outros.
A programação da Passarela do Samba integra o projeto “Carnaval de Todos”, uma parceria entre Prefeitura de São Luís e governo do Estado. Entre sexta-feira (5), e terça-feira (9) de Carnaval, a avenida com extensão de 200 metros deve receber mais de 30 mil pessoas nas arquibancadas e camarotes. A média de público por dia no local é de cerca de oito mil pessoas. O acesso é gratuito para as todas as arquibancadas do complexo montado no Aterro do Bacanga.
“Este ano criamos dois espaços extras, sendo um para pessoas com mobilidade reduzida e um espaço prime, extensão do camarote, que será utilizado por pessoas que compram camarote, com serviço de bar e restaurante. Os dois espaços foram instalados no térreo facilitando assim o acesso para os públicos especiais. Na arquibancada, teremos a mesma estrutura do ano passado, com total segurança”, explicou o coordenador de eventos da Secretaria Municipal de Cultura, José de Ribamar Moraes.
Durante os cinco dias de programação de desfile e concurso, 84 agremiações carnavalescas vão passar pela passarela. No entorno do espaço, grupos de tambor de crioula vão se revezar em apresentações focadas principalmente no turista. Toda a programação poderá ser consultada pelo público gratuitamente.
PROJETO
Para Aguinaldo Rego, do Departamento de Arquitetura da Secult, que elaborou o projeto da Passarela do Samba de São Luís em colaboração com Lauracy Costa, este ano novamente serão reservados seis espaços institucionais e mais três externos de apoio à realização do evento. Os 35 camarotes colocados à venda também terão a mesma dimensão do ano passado, com capacidade para 20 pessoas. A exceção será o camarote institucional com capacidade para 200 convidados. Este espaço terá decoração assinada pela decoradora Dailene, da equipe da Secult.
CONCURSO
A Secult mobiliza cerca de 30 profissionais para acompanhar o concurso das Escolas de Samba. O cumprimento do regulamento do desfile está sob a responsabilidade da comissão de acompanhamento de obrigatoriedades designada pela União das Escolas de Samba do Maranhão. É esta comissão que acompanha requisitos que, embora não estejam entre os apreciados pela comissão julgadora – selecionada pela Secult, podem provocar a desclassificação da agremiação.
FICHA TÉCNICA DA PASSARELA
Extensão: 200 metros
Capacidade de público na arquibancada: 6 mil por noite
Camarotes: 35
Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *