Prefeitura fomenta participação de agricultores em PAA do Exército visando a geração de renda

Garantir a autonomia no trabalho dos agricultores familiares de São Luís e fortalecer o escoamento da produção rural. Foi com este objetivo que a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), estimulou os produtores cadastrados na secretaria a integrar o certame da chamada pública para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) do Exército Brasileiro.
Através do PAA do Exército, será realizada a aquisição de gêneros alimentícios da agricultura familiar e do empreendedor familiar rural, destinados para a alimentação dos militares do 24° Batalhão de Infantaria de Selva (24º BIS). Os alimentos também serão designados ao Programa Força no Esporte (Profesp), por meio dos cinco polos agrícolas beneficiados, gerando mais renda para os trabalhadores rurais. O contrato entre o Exército e os produtores rurais foi assinado na tarde de segunda-feira (23).
A iniciativa vem somar com outras ações da Prefeitura em prol do desenvolvimento e fortalecimento da agricultura familiar. Uma delas é o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), implantado desde a primeira gestão do prefeito Edivaldo e executado pela Secretaria Municipal de Segurança Alimentar (Semsa) que colabora com a redução da insegurança alimentar de famílias carentes com distribuição de cestas de alimentos à famílias atendidas pelos Centros de Referência e Assistência Social (Cras), ao mesmo tempo em que estimula a produção agrícola familiar.
Para o titular da Semapa,Ivaldo Rodrigues, essa nova conquista mostra a preocupação da gestão do prefeito Edivaldo com o trabalhador do campo. “Conquistamos mais esse avanço para o escoamento da produção agrícola familiar, que é uma determinação do prefeito Edivaldo, o fortalecimento constante no trabalho dos produtores rurais da capital, que agora com esse novo canal de vendas podem pensar em aumentar a produção e terem mais qualidade de vida”, disse Ivaldo Rodrigues.
O tenente coronel do 24º BIS, Marcus Vinicius Guimarães de Oliveira destaca o papel fundamental da Prefeitura por meio da Semapa para o sucesso da chamada pública. “Ficamos agradecidos com o pronto atendimento da gestão, e todo o apoio logístico, de encurtar o caminho aos empreendedores rurais agrícolas que se inscreveram nesse processo, que auxilia no fomento à produção familiar da zona rural, trazendo mais dignidade a esse povo trabalhador”, destaca o tenente coronel do exército.
Fazem parte da lista de produtos alimentícios agroecológicos que deverão ser entregues semanalmente no setor de aprovisionamento do 24º BIS, frutas, verduras, legumes, raízes, temperos, folhagens, mel, polpas, ovos e farinha. Os fornecedores são cooperativas, associações e organizações individuais, que detém a Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (DAP), do Governo Federal.
Um dos beneficiados com o PAA foi o agricultor Antônio José Ferreira, que também é presidente da Associação dos Agricultores Rurais do Coquilho. “Em nome de todos os agricultores, quero agradecer o incentivo fundamental para o crescimento da nossa atividade. A cada dia dá mais orgulho de ser produtor rural em nossa cidade”, destacou.
O prazo de vigência para aquisição dos gêneros alimentícios da agricultura familiar será de 12 meses, podendo ser prorrogado por igual período até o limite máximo de 70 meses.
Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *