Reitora Nair Portela abre aula inaugural do primeiro Mestrado Profissional em Saúde da Família

GRANDE ILHA – Na manhã de quinta-feira, 4, o auditório da Faculdade de Medicina (Famed) da UFMA foi local da aula inaugural da primeira turma do curso de Mestrado Profissional em Saúde da Família, solenidade que contou com a presença da reitora Nair Portela. O projeto faz parte de um programa nacional, o Profsaúde, o qual é realizado em rede com 19 instituições envolvidas, sob a coordenação da Fiocruz e da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco).

O programa faz parte Projeto Mais Médicos e é o primeiro mestrado profissional em rede, feito exclusivamente para qualificar médicos. A Universidade Federal do Maranhão está entre as sete instituições certificadoras na área Saúde da Família, vinculado com o curso de Medicina e com apoio do Departamento de Saúde Pública da UFMA.

A reitora da UFMA fará parte do conjunto de professores que darão aula aos mestrandos. A primeira turma é formada por nove alunos e decorrerá entre o período de 2017 a 2019. “Esse mestrado vai qualificar os profissionais que trabalham na ponta, dando atenção básica, portanto, para universidade, é relevante fazer parte dessa rede, assim como para o profissional que desenvolve uma formação bem-qualificada na área com a produção de trabalho voltada para a prática cotidiana”, declarou Nair Portela.

Para o diretor do Departamento de Pós-Graduação, Walber Lins, representando o Pró-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação, Fernando Carvalho, esse mestrado “chega com uma função especial, mudando conceitos e preparando os profissionais para uma atuação social”, afirmou.

A professora Maria do Carmo, coordenadora do Profsaúde na UFMA, destacou a evolução que é proposta pelo curso. “Estamos mudando conceitos e temos consciência de que esse programa tem uma função especial. Estamos preparando profissionais para a atuação social ainda maior”, concluiu.

POR Ana Vitória

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *