Roberto Rocha ajuíza queixa-crime contra blogueiro ligado à Radio Educadora

O núcleo de combate a fake news da campanha ao governo do senador Roberto Rocha (PSDB) não está pra brincadeira não!

A Assessoria do candidato protocolou ontem, quarta-feira, 15, queixa-crime em desfavor do blogueiro Adilson Carlos, por crimes de difamação e injúria, respectivamente, feitos por meio de postagem no seu blog.

O blogueiro postou uma série de inverdades contra o senador e terá que prestar esclarecimentos junto à Justiça.

Adilson Carlos é também radialista de Rádio Educadora, emissora que enfrenta sérias dificuldades financeira para pagar seus funcionários, cujos salários estão atrasados há meses, mas isso o Adilson esconde dos ouvintes e prefere destilar seu veneno apenas para a Rádio Capital com o claro objetivo de atacar o candidato Roberto Rocha.

Nem ao menos uma postagem em solidariedade ao funcionários da Educadora que foram demitidos ou que estão com seus vencimentos atrasados Adilson Carlos é capaz de publicar.

A situação da Educadora é tão grave que até funcionários antigos, verdadeiros símbolos do radio maranhense foram demitido. O tal do Adilson Carlos foi preservado dos cortes apenas “por ser do baixo clero”, como afirmou um funcionário da emissora ligada à igreja católica.

Na queixa-crime, Roberto Rocha argumeta:

“Costumo ressaltar que, ao contrário do que muitos pensam, a Internet não é mundo livre de regras jurídicas, onde as pessoas podem fazer o que desejam, sem enfrentar as consequências de seus atos. O dever de informar, não pode ser confundido com o de informar mal, e de fornecer notícias agravantes à honra, ao ser humano ou de inculcar na sociedade notícias falsas e inexatas”.

Adilson Carlos terá que publicar Direito de Resposta pela reposição da verdade.

Além da ação criminal que já foi formalizada (processo de Nº 8010044-56.2018.8.10.0001) contra o titular do blog Adilson Carlos, Roberto Rocha informa ainda que vai exigir o direito de resposta, nos termos da Lei, e que, se não concedido, vai ensejar o ajuizamento de nova ação em desfavor do blogueiro, dessa vez na área cível.

O núcleo de combate a fake news do candidato tucano não dará trégua para os injuriadores e caluniadores que via de regra estão a serviço da máquina de moer reputações ligada ao regime comunista de Flávio Dino.

Espera-se que o Adilson Carlos não alegue problemas em suas faculdades mentais para não ser preso, como fez um outro notório blogueiro caluniador durante audiência com senador Roberto Rocha em uma certa Vara Criminal na cidade.

Blog do Robert Lobato

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *