São Luís: Iniciativa da Prefeitura firma parceria para capacitar professores de Educação Física

Capacitar os profissionais da área de Educação Físca para atender estudantes com deficiência, promovendo integração e inclusão social.

Esta é uma das metas do projeto “Portas Abertas para a Inclusão”, de iniciativa do Instituto Rodrigo Mendes, Fundação Barcelona e Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e executado em parceria com a Prefeitura de São Luís e o Governo do Maranhão.

A adesão da Prefeitura ao projeto foi feita por intermédio da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Até junho, 35 professores de Educação Física da rede municipal participarão do curso “Educação Física Inclusiva”, de caráter semipresencial, com carga horária de 100 h/aula e mais quatro meses para realizar um trabalho de conclusão de curso. As aulas são realizadas no auditório do Centro de Ensino Cidade de São Luís (Cohab), sempre às quartas-feiras, a partir das 14h. O acesso ao material didático é oportunizado aos cursistas por meio de uma plataforma online.

O secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho, reforçou a importância da capacitação para os profissionais da rede municipal e lembrou que a formação integra a diretriz do prefeito Edivaldo para a área da Educação, de trabalhar para promover a inclusão de pessoas com deficiência. “A inclusão social de todos os estudantes estudantes só é possível com a formação adequada dos profissionais que irão recebê-los. Assim, agradecemos a todos os parceiros envolvidos nesta iniciativa. A partir deste curso, os nossos educadores e educadoras poderão atender cada vez melhor o aluno com deficiência”, disse.

INCLUSÃO

“O curso de Educação Física Inclusiva não trabalhará uma deficiência específica. Em vez disso, pretendemos discutir as condições de todos os estudantes, com e sem deficiência, por isso se chama Educação Inclusiva’”, garantiu a psicopedagoga Teresa Cristina Castro Pinho, técnica da área de Educação Especial da Semed e uma das facilitadoras do curso junto aos profissionais.

José Ribamar Soares Ribeiro, professor de Educação Física da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Sá Valle, está participando da capacitação. Trabalhando com estudantes com deficiência há 20 anos, ele já levou vários para campeonatos regionais e nacionais, os quais obtiveram medalhas em diversas ocasiões.

“A maioria das pessoas desconhece totalmente a capacidade que as pessoas com deficiência têm. Espero que o curso promova um novo olhar sobre essas pessoas, para que os educadores busquem não olhar apenas para o problema, mas extrair de cada um o melhor”, afirmou.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *