Trump agradece cooperação da França e Reino Unido em ataque contra Síria: ‘missão cumprida’

O presidente norte-americano, Donald Trump, agradeceu neste sábado (14) em postagem no Twitter a “sabedoria” e o poder militar da França e Reino Unido no ataque conjunto contra a Síria, realizadona noite anterior. A ofensiva norte-americana foi orquestrada após controvérsias envolvendo o uso de armas químicas pelo regime de Bashar al-Assad.

Por isso, de acordo com os EUA e aliados, a ação teve por dentre seus alvos centros de pesquisa relacionados à produção desses armamentos. Dana White, porta-voz do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, sugeriu neste sábado (14) que a ação é pontual e que não há intenção dos EUA de entrar no conflito sírio.

Após o ataque, o Exército sírio informou que a ação deixou três civis feridos após alguns mísseis que estavam indo para uma posição militar em Homs serem desviados de sua trajetória. O Pentágono, por sua vez, diz que não há vítimas.

“Um ataque perfeitamente executado na noite passada. Obrigado à França e ao Reino Unido por sua sabedoria e pelo poder de seus excelentes exércitos. Não poderia haver resultado melhor. Missão cumprida!”, comemorou o presidente dos Estados Unidos no Twitter.

Trump continuou: “Estou muito orgulhoso do nosso exército que será, depois de investidos bilhões de dólares aprovados, o melhor que o nosso país já teve. Não haverá nada, ou ninguém, sequer próximo!”

Enquanto Trump comemora, a Rússia chamou uma reunião no Conselho de Segurança da ONU, que será realizada na tarde deste sábado (14). Também o presidente russo Vladimir Putin disse em pronunciamento que o ataque foi uma “agressão a um Estado soberano”.

Para Putin, os Estados Unidos pioram a crise humanitária na Síria. A Rússia é uma das principais aliadas do regime de Bashar al-Assad.

G1

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *