Votação do PSDB na denúncia complica situação de Imbassahy

Integrantes da articulação política do governo avaliam que o placar desfavorável na bancada do PSDB na votação da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer deve fragilizar ainda mais a situação do ministro Antonio Imbassahy, da Secretaria de Governo.

Entre os tucanos, foram 23 votos contrários e 20 favoráveis ao relatório do deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), pelo arquivamento da denúncia.
Há forte pressão entre integrantes da base aliada pela mudança no primeiro escalão, com a saída de Imbassahy da Secretaria de Governo e a diminuição do espaço do PSDB, que tem quatro ministérios.

Já no PSDB, a percepção é de que a ação do senador Aécio Neves, presidente licenciado da legenda, acabou tendo efeito contrário.

 

“O governo apostava que a ação de Aécio na bancada iria mudar votos. Pelo jeito, não deu certo”, disse ao Blog o líder do PSDB, deputado Ricardo Trípoli (SP).

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *