Wellington do Curso parabeniza bombeiros pela LOB

Na sessão plenária desta quinta-feira (9), o deputado Wellington do Curso (PPS) usou o pequeno expediente para fazer referência à sua participação na Audiência Pública que discutiu sobre a demissão de 650 funcionários da Alumar, e reafirmar o seu compromisso na defesa pelos direitos destes servidores.
“A nossa preocupação, enquanto parlamentares, é dar qualidade de vida aos maranhenses, garantir a inserção deles no mercado de trabalho e na geração de emprego e renda. Todos nós fomos surpreendidos com a notícia de que 650 maranhenses foram demitidos da Alumar, que ao longo dos últimos 30 anos tem se beneficiado do Estado do Maranhão. Chamo também a atenção da falta de respeito da Alumar para com os maranhenses, para com esta Casa, para com a Comissão e para a audiência pública, pois não mandou nenhum representante para prestar esclarecimentos”, criticou o parlamentar, que também é vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia.
LOB
Na oportunidade, Wellington do Curso rendeu homenagens aos bombeiros e militares pela conquista da aprovação do Projeto de Lei de Organização Básica (LOB) do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA), enviado à Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (8), pelo secretário-chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, e o secretário de Estado da Segurança Pública, Jefferson Portela, e parabenizou, também, a cidade de Coroatá, que comemorou 95 anos de emancipação política.
“Não poderia deixar de parabenizar os meus amigos de farda. Já disse várias vezes nesta tribuna e repito: por baixo do meu sapato existe um coturno; por baixo do meu paletó existe uma farda; corre o sangue militar nas minhas veias, da hierarquia, da disciplina e fica aqui meu respeito a todos vocês e o orgulho, na manhã de hoje, de votar algo tão importante quanto o LOB. Aproveito ainda para parabenizar a querida cidade Coroatá pelos seus 95 anos de emancipação política, cidade esta pela qual tenho um grande apreço e respeito”, ressaltou. 
Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *